Notícias

Mísseis doados pelos EUA não vão colaborar para uma paz imediata no conflito com a Ucrânia, diz Rússia

Em uma entrevista coletiva, o porta voz do governo russo diz que em sua visão não houve sinais de que os EUA buscassem intermediar um acordo de paz entre Rússia e Ucrânia.

3 min de leitura
22 Dez 2022 - 13h40 | Atualizado em 22 Dez 2022 - 13h40

Com a doação de mísseis Patriot dos Estados Unidos para a Ucrânia divulgado nessa quarta-feira (21), o porta voz da Rússia diz que isso não ajudará a resolver o conflito ou impedirá que complete os seus objetivos.

Em um pronunciamento virtual à repórteres nessa quinta-feira (22), o porta voz do governo russo disse que “não haveria sinais de prontidão para negociação de paz durante a visita de Zelensky, provando que os Estados Unidos estão travando uma guerra por procuração com a Rússia até o último ucraniano”.

O presidente ucraniano Volodymyr Zelensky durante um pronunciamento no congresso estadunidense disse que a ajuda advinda dos EUA, “é um investimento na democracia“ e mais uma vez, relembrou as invasões nazistas na Europa para tentar conseguir mais ajuda de países ocidentais.

Os EUA anunciaram uma ajuda de mais de 1,85 Bilhão de ajuda a Ucrânia incluindo o sistema antimísseis Patriot. A Ucrânia nas últimas semanas tem sido um alvo forte de mísseis russos, principalmente nas regiões de produção de energia. A Rússia tem intensificado esses ataques no inverno, deixando milhares de pessoas sem eletricidade e água corrente durante o inverno.


Presidente russo Vladmir Putin condena a doação de mísseis pelos Eua. (Foto: Reprodução/Twitter)


Zelensky disse a repórteres da imprensa mundial que cobria sua viagem, “Esta é a única maneira de privar o Estado terrorista de seu principal instrumento de terror –a possibilidade de atingir nossas cidades, nossa energia”. Ainda pediu mais ajuda do que foi anunciado, dizendo que estão em guerra.

O embaixador russo nos Estados Unidos, seguindo a linha de pensamento do Kremlin, disse que “as declarações de Washington sobre não querer um conflito com a Rússia são palavras vazias” e que “As ações provocativas dos Estados Unidos estão levando a uma escalada, cujas consequências são impossíveis de imaginar”.

Entenda o caso:

Desde março de 2022 a Rússia atacou a Ucrânia, no que chama desde então de “Operação Especial”. O objetivo, segundo o governo russo é salvaguardar as comunidades russas que vivem em regiões ucranianas dos nacionalistas Ucranianos.

O ocidente, a OTAN e a Ucrânia alegam que a Rússia age de maneira hostil e condenam veemente esses ataques.

Foto Destaque: Mísseis russos sendo disparados de helicópteros contra a Ucrânia. - Reprodução/Twitter

Deixe um comentário

Lorena Bueri CEO, Lorena Bueri, madrinha perola negra lorena bueri, lorena power couple, lorena bueri paparazzi, Lorena R7, Lorena Bueri Revista Sexy, Lorena A Fazenda, Lorena afazenda, lorena bueri sensual, lorena gata do paulistão, lorena bueri gata do paulistão, lorena sexy, diego cristo, diego a fazenda, diego cristo afazendo