Saúde

Ministro da saúde considera mudar a classificação do Covid-19 para endemia, especialistas discordam

O atual ministro da saúde, está cogitando mudar a classificação do Covid-19, saindo de pandemia para se tornar uma endemia, entretanto, especialistas pedem cautela.

3 min de leitura
24 Fev 2022 - 08h00 | Atualizado em 24 Fev 2022 - 08h00

Após um pico assustador de mortes causadas pelo covid-19, chegando a 4.211 vítimas em apenas um dia em 6 de abril de 2021, é de certa forma aliviante ver essa estática travada em 800 mortes diárias.

Devido a essa queda brusca, o ministro da saúde, Marcelo Queiroga, afirmou que a maior causa dessa diminuição de óbitos é a vacinação, e que ela pode acabar com o "caráter pandêmico" da Covid-19. Queiroga ainda falou da possibilidade de mudar a classificação da doença para “endemia”, saindo da “pandemia”.

Falando de maneira leiga e sem entrar em termos técnicos, endemia é o termo usado para classificar doenças que são recorrentes, como a gripe, por exemplo, mas o sistema de está preparado para lidar com elas.


Ampola com vacina contra a covid-19 (Foto: Reprodução/Artem Podrez)


Todavia, o portal G1 consultou especialistas para essa questão, o grupo avaliou que essa mudança precisa ter mais cautela, e precisa ir muito mais além do otimismo e esperança para ser feita.

Os principais motivos para esse alerta dos cientistas, são a Ômicron, ainda em circulação, sua sub variante a BA.2, a necessidade de maior taxa de vacinação principalmente da terceira dose, sendo que só o estado de São Paulo chegou a 50% até agora, se comparado a outras endemias a quantidade de casos e mortes ainda é muito elevada.

Júlio Croda, infectologista também entrevistado pelo portal, afirmou que com a vacina, março deve ser o mês que diminuiria a onda do Ômicron.

"A gente vai sim caminhar para o fim da pandemia e isso vai ser mais tranquilo se a gente tiver maior cobertura vacinal. (...) Quando a letalidade reduzir, nós teremos um momento mais tranquilo e essa transição", afirmou o especialista.

Mas Croda também alerta que a taxa de mortalidade da Covid continua 2 a 3 vezes mais alta do que a influência, e ainda é necessário aumentar a quantidade de vacinados.

 

Foto Destaque: Globo terrestre usando mascára. Reprodução/Anna Shvets

Deixe um comentário

Lorena Bueri CEO, Lorena Bueri, madrinha perola negra lorena bueri, lorena power couple, lorena bueri paparazzi, Lorena R7, Lorena Bueri Revista Sexy, Lorena A Fazenda, Lorena afazenda, lorena bueri sensual, lorena gata do paulistão, lorena bueri gata do paulistão, lorena sexy, diego cristo, diego a fazenda, diego cristo afazendo