Notícias

Metrô de SP e Sindicato negociam acordo para retomada das linhas

A greve começou à meia noite desta quinta-feira (23). Metrô afirma que vai liberar catracas se os funcionários retomarem seus postos de trabalho, A medida segue em discussão.

23 Mar 2023 - 14h44 | Atualizado em 23 Mar 2023 - 14h44
Metrô de SP e Sindicato negociam acordo para retomada das linhas Lorena Bueri

A Justiça paulista determinou nesta quinta-feira (23), que os funcionários do Metrô façam uma operação parcial durante a grave estipulada, que começou nesta madrugada. A decisão do Tribunal Regional do Trabalho da 2ª Região (TRT-2) também descarta a liberação das catracas nas estações.


Tribunal Regional do Trabalho (Foto: Reprodução/Clipping)


Na decisão, o desembargador Ricardo Apostólico Silva concede liminar que obstem a liberação da catraca e determina a manutenção de 80% dos serviços durante o horário de maior fluxo de pessoas – das 6h00 às 9h00 e das 16h00 às 19h00 e 60% nos demais horários. Aqueles que não obedecerem a ordem podem ser obrigados a pagar uma multa diária de R$ 500 mil ao Sindicato dos Metroviários.

A linha Azul; Vermelha; Verde e Prata ficaram paralisadas nesta manhã. A greve causou lotação nos ônibus.

As cinco linhas de trens da CPTM continuam com funcionamento normal, assim como as linhas: Amarela; Lilás; Diamante e Esmeralda.

Durante a manhã, o Metrô anunciou que as catracas seriam liberadas gratuitamente, após um acordo com o Sindicato dos Metroviários. A proposta, porém, colocava como condição que todos os funcionários voltassem ao trabalho.

O sindicato afirma que o acordo não foi cumprido, já o Metrô diz que os trabalhadores não voltaram normalmente aos postos. A decisão do TRT-2 foi divulgada após a troca de acusações.

“A Companhia do Metropolitano de São Paulo (Metrô), diante da continuidade da paralisação por parte do Sindicato dos Metroviários mesmo com a liberação das catracas, obteve na manhã desta quinta-feira (23) liminar que determina o funcionamento de 80% do serviço do metrô nos horários de pico (entre 6h e 10h e entre 16h e 20h) e com 60% nos demais horários, durante todo o período de paralisação, com cobrança de tarifa.

A liminar foi concedida a pedido do Metrô. Em caso de descumprimento, pode ser aplicada multa ao sindicato dos metroviários no valor de R$ 500 mil por dia. A decisão é do desembargador Ricardo Apostólico Silva.”

Foto destaque: Metrô de SP. Reprodução/Tribuna do Sertão

VEJA TAMBÉM

Perrie Edwards lança seu primeiro videoclipe solo, marcando nova fase pós-Little Mix Lorena Bueri

Perrie Edwards lança seu primeiro videoclipe solo, marcando nova fase pós-Little Mix

Perrie Edwards ex-integrante do Little Mix lançou hoje seu primeiro videoclipe solo, "Forget About Us" e marca o início de sua carreira solo após a separação da banda.
Laços Inquebráveis Gisele Bündchen e sua Família Brasileira Lorena Bueri

Laços Inquebráveis Gisele Bündchen e sua Família Brasileira

O diálogo revela não apenas a trajetória profissional da modelo, mas também sua profunda ligação com a família e suas raízes
X deve indezinar Brasil por R$ 1 bilhão em danos Lorena Bueri

X deve indezinar Brasil por R$ 1 bilhão em danos

A DPU exige na Justiça Federal que o empresário Elon Musk adote uma série de medidas e pague uma indenização ao país após ataques direcionados ao STF.
Série b tudo que você precisa saber os favoritos aos títulos e muitas novidades Lorena Bueri

Série b tudo que você precisa saber os favoritos aos títulos e muitas novidades

Veja aqui destaques de uns dos campeonatos mais emocionante do Brasil, jogadores destaques, as zebras, e quem vai subir a tão sonhada elite do futebol Brasileiro
Max Verstappen questiona acusação de golpe há três anos na final da F1 Lorena Bueri

Max Verstappen questiona acusação de golpe há três anos na final da F1

Tricampeão da RBR ponderou sobre o fervor da rivalidade com Lewis Hamilton desde 2021, falou em anistia e ainda se referiu aos boatos sobre sua ida para a Mercedes em 2025
Governo de São Paulo terá que esclarecer ao Ministério Público a utilização do Chat GPT na produção de aulas Lorena Bueri

Governo de São Paulo terá que esclarecer ao Ministério Público a utilização do Chat GPT na produção de aulas

O Ministério Público de São Paulo está cobrando do governo do estado explicações sobre conteúdos de aulas nos quais o Chat GPT será utilizado na produção de aulas e de que forma, bem como se há alguma empresa contratada para o atuar com a tecno
Lorena Bueri CEO, Lorena Bueri, madrinha perola negra lorena bueri, lorena power couple, lorena bueri paparazzi, Lorena R7, Lorena Bueri Revista Sexy, Lorena A Fazenda, Lorena afazenda, lorena bueri sensual, lorena gata do paulistão, lorena bueri gata do paulistão, lorena sexy, diego cristo, diego a fazenda, diego cristo afazendo