Money

Mercado de criptomoedas atingirá um valor de dezenas de trilhões de dólares, afirma bilionário 

Pioneiro no ramo do bitcoin e ex-CEO da Bitmain, Jihan Wu diz que, embora as criptomoedas sejam voláteis, seu crescimento a longo prazo deve superar essas oscilações. Para o bilionário, os ativos que se mantiverem valerão muito.

3 min de leitura
05 Jan 2022 - 12h20 | Atualizado em 05 Jan 2022 - 12h20

De acordo com o empresário Jihan Wu, pioneiro no ramo do bitcoin e ex-CEO da Bitmain, o mercado de criptomoedas atingirá um valor de dezenas de trilhões de dólares. Para o bilionário, ainda que as criptomoedas sejam muito voláteis, seu crescimento a longo prazo deve superar todas essas oscilações de preço. Ele acredita que os criptoativos que forem capazes de se manter no mercado se tornarão extremamente valorizados. “Mesmo que 95% das moedas de hoje percam todo o seu valor e desapareçam, os 5% restantes crescerão enormemente”, disse o empresário em uma entrevista à Forbes.

 

Wu faz parte do grupo dos primeiros empresários a enxergarem um futuro no Bitcoin e decidirem investir na criptomoeda, quando essa ainda era desconhecida pela maioria das pessoas e sua unidade valia bem pouco. No ramo há mais de uma década, ele se uniu a Micree Ketuan Zhan em 2013 e fundou a Bitmain, empresa voltada para a fabricação de equipamentos de mineração de bitcoin. Com o passar do tempo, o valor da criptomoeda mais famosa do mundo aumentou progressivamente, fazendo com que as plataformas de mineração fossem cada vez mais procuradas. O sucesso dessas plataformas permitiu que empresários como Wu e Zhan se tornassem bilionários.


Em 2018, a Bitmain, empresa de Jihan Wu, havia se tornado a maior fornecedora mundial de plataformas de mineração (Foto: Reprodução/Facebook)


Apesar de ter sido afetado diretamente pelas inúmeras recaídas sofridas pelo bitcoin nos últimos anos,  Jihan não se deixou abalar e hoje vê os altos e baixos do criptoativo como aspectos cruciais para a construção de sua carreira empresarial num dos maiores impérios de criptomoedas do mundo. No começo do ano, o bilionário deixou a Bitmain para focar melhor na presidência de outras duas empresas subsidiárias. Estas empresas são a Bitdeer, plataforma de mineração de criptomoedas que já possui planos de ser listada na Nasdaq com avaliação de US$4 bilhões, e a Matrixport, empresa voltada para o setor financeiro, cuja avaliação já ultrapassa US$1 bilhão. 

 

Para Wu, o mercado de criptoativos deve experienciar um alto crescimento no futuro, chegando a valer dezenas de trilhões de dólares. "Muitos desses novos usuários permanecerão no mercado de criptomoedas para sempre, então precisarão de produtos avançados e sofisticados para gerenciar a riqueza que acumulam em criptoativos", afirma.  

 

Apesar de manter seu otimismo em relação ao mercado de criptomoedas, o empresário compreende que alguns criptoativos podem acabar tendo seus valores reduzidos no futuro em virtude dos riscos regulatórios inerentes a esses ativos. Ainda sim, ele acredita que tecnologias como o DeFi, novo segmento de mercado focado em soluções financeiras descentralizadas, continuarão sendo desenvolvidas. 

 

“Tecnologias como criptomoedas e blockchain criaram um novo mundo, permitindo que os empreendedores de fintech obtenham grandes conquistas. Eventualmente, as instituições financeiras tradicionais e reguladores irão adotar a tecnologia blockchain", diz ele.

 

Foto destaque: Criptomoedas. Reprodução/Pixabay

 

 

LEIA MAIS

Deixe um comentário