Saúde

Medicamento para obesidade adulta pode ajudar adolescentes a perder peso

Estudo indica que o remédio 'semaglutida' também pode ajudar jovens que possuem obesidade ou sobrepeso a perder peso, sendo mais eficaz que o placebo.

3 min de leitura
11 Nov 2022 - 16h18 | Atualizado em 11 Nov 2022 - 16h18

Segundo um estudo divulgado pelo New England Journal of Medicine, o medicamento usado principalmente para o tratamento de adultos com obesidade ou sobrepeso, "semaglutida", também pode auxiliar adolescentes a perderem peso e ter uma vida cardíaca mais saudável. A pesquisa foi apresentada na Obesity Week 2022.


Criança com obesidade. (Foto: Reprodução/Fácil Consulta)


O ensaio clínico internacional de terceira fase utilizou alguns jovens com obesidade para fazer a comparação de resultados com os medicamentos. Aqueles adolescentes que receberam o remédio uma vez por semana, tiveram diminuição de 16,1% em seu índice de massa corporal (IMC), comparado com os outros que tomaram placebo.

“As taxas de obesidade estão aumentando, não apenas nos Estados Unidos, mas em todo o mundo”, comenta Silva Arslanian, autora do trabalho e professora de pediatria na Faculdade de Medicina da Universidade de Pittsburgh. 

“Normalmente, fazemos recomendações de estilo de vida: coma mais vegetais; não coma frituras; não beba refrigerante. Mas, infelizmente, vivemos em um ambiente muito promotor de escolhas alimentares não saudáveis, então pode ser muito difícil fazer essas mudanças”, completa a professora.

Em seguida, os pesquisadores continuaram avaliando se a semaglutida é eficaz em jovens: 201 adolescentes com idade entre 12 e 18 anos com obesidade ou sobrepeso receberam injeções subcutâneas uma vez por semana de semaglutida 2,4 mg, ou placebo, todos receberam intervenção simultânea em seu estilo de vida, como método de alimentação saudável e prática de exercícios físicos.

Depois de 68 semanas do início do teste, mais de 72% dos integrantes da semaglutida alcançaram pelo menos 5% da perda de peso, enquanto os jovens que foram testados com placebo, tiveram apenas 17% que atingiram a mesma taxa de perda de peso.

Atualmente, o peso excessivo atinge uma em cada cinco crianças e adolescentes ao redor do mundo. Além disso, esta doença está diretamente ligada à diminuição da expectativa de vida e pode causar outros problemas de saúde, como diabetes, doenças cardíacas, alguns tipos de câncer, entre outros.

Foto Destaque: Criança medindo peso. (Reprodução/Family Center)

Deixe um comentário

Lorena Bueri CEO, Lorena Bueri, madrinha perola negra lorena bueri, lorena power couple, lorena bueri paparazzi, Lorena R7, Lorena Bueri Revista Sexy, Lorena A Fazenda, Lorena afazenda, lorena bueri sensual, lorena gata do paulistão, lorena bueri gata do paulistão, lorena sexy, diego cristo, diego a fazenda, diego cristo afazendo