Celebridades

Marília Mendonça, mesmo morta, foi condenada a indenizar empresário

A notícia que Marília Mendonça foi processada caiu como uma bomba na família da cantora. O empresário Pedro Barbosa será indenizado com R$360 mil por se sentir lesado pela artista

3 min de leitura
13 Fev 2022 - 18h40 | Atualizado em 13 Fev 2022 - 18h40

A Rainha da Sofrência Marília Mendonça, morreu no dia 5 de novembro de 2021 em um trágico acidente de avião, em Minas Gerais, porém, mesmo após sua partida inesperada, a cantora foi condenada a indenizar o empresário Pedro Barbosa dos Santos, no valor de R$360 mil. A decisão da justiça veio após cinco anos depois do agente musical entrar com ação alegando “inutilidade das letras musicais”, depois que a loira vendeu seis canções para a dupla Mauro e Felipe.

Marília Mendonça supostamente negociou as mesmas seis canções com outros grandes nomes da música sertaneja, como Cléber e Cauã e Lucas Lucco. Com isso, o empresário Pedro Barbosa se sentiu prejudicado pelo erro da sertaneja e acabou acionando a justiça com um processo contra a cantora, que vendeu os singles para alguns artistas e comercializou com outros. Entretanto, a goiana apresentou uma apelação em relação ao processo e foi encaminhada para a instâncias superiores, porém acabou sendo negado.


Marília

Marília Mendonça condenada a indenizar empresário. (Foto: Reprodução/Instagram)


Entramos em contato com a assessoria da cantora Marília, e foi esclarecido que em relação ao processo, o valor estipulado pelo juíz foi de R$60.000,00 (sessenta mil reais), ou seja R$10.000,00 (dez mil reais por composição). O Juiz entendeu de maneira clara e inequívoca que o valor pleiteado pelo Requerente extrapolava todos os limites da legalidade e do bom senso, ainda mais levando em consideração que o mesmo havia pago apenas a módica quantia de R$ 1.000,00 por composição. Vale ressaltar que a ação se refere a seis letras inéditas, que foram devidamente entregues, e este é o argumento do recurso de apelação protocolizado em juízo, e que foi feito em vida pela cantora, sendo que a entrega das músicas ficou devidamente provada nos autos do processo. Tal contrato foi feito quando Marília tinha treze anos, no ato foi representada pela mãe. Esclarece Dr. Maurício Vieira De Carvalho Filho, advogado que atua em defesa de Marília Mendonça nesta causa, ressaltando ainda que a Marília nunca teve nenhum vínculo empresarial com o Senhor Pedro, ora Requerente da ação, salvo o compromisso de entrega das composições inéditas.

Marília Mendonça tinha uma popularidade muito grande e, segundo as pesquisas Google, a cantora foi a busca mais procurada na ferramenta em 2021. A artista quebrou recordes e deixou um legado na área sertaneja. A compositora foi a mais ouvida no streaming de música Spotify.

 

Foto destaque: Marília Mendonça. Reprodução/Instagram

Deixe um comentário

Lorena Bueri CEO, Lorena Bueri, madrinha perola negra lorena bueri, lorena power couple, lorena bueri paparazzi, Lorena R7, Lorena Bueri Revista Sexy, Lorena A Fazenda, Lorena afazenda, lorena bueri sensual, lorena gata do paulistão, lorena bueri gata do paulistão, lorena sexy, diego cristo, diego a fazenda, diego cristo afazendo