Mariana Rios apresenta seu livro autobiográfico 'Basta Sentir'

Publicado 16 de Nov de 2020 às 14:52

A atriz e cantora Mariana Rios, de 35 anos, lança seu livro autobiográfico chamado 'Basta Sentir', onde ela conta sua história de vida e fala sobre as estratégias que usa, desde criança, para atingir seus sonhos e objetivos.

Em entrevista para a Revista Quem, Mariana conta que sempre soube que, um dia, escreveria um livro sobre a sua vida. "Por conta da correria do dia a dia, nunca parei para escrever, para focar nisso. Com a pandemia, a quarentena, enxerguei que seria o momento ideal. Principalmente, por estar em casa buscando uma compreensão maior do momento em que estamos vivendo e, assim, mergulhada em pensamentos, reflexões sobre a vida", disse ela.

“No livro, eu divido experiências minhas em relação a sentir e realizar. Nós somos energia. Tudo é energia. Quando você condiciona seu cérebro a pensar no que realmente deseja, e aprende a direcionar seu pensamento para aquilo que é positivo, sua vida muda. Esse método simplesmente nasceu comigo. Ninguém me ensinou. Aos 22 anos que fui entender a força que tinha dentro de mim", contou a cantora.

Leia mais: Thiago Salvático fala sobre sonho com Gugu: “Desesperador”


Mariana Rios e seu namorado, Lucas Kalil (Foto: Reprodução/Instagram)


Questionada sobre qual parte do livro sentiu emoções a flor da pele, a atriz foi sagaz: “Foi logo no final do processo, quando perdi meu bebê. Vivi um momento doloroso, mas que me transformou também. Houve muito aprendizado. Como estava finalizando o livro, decidi contar essa história para as pessoas e dividir com elas, que sim, a dor existe, mas que o sofrimento é opcional".

Noiva do empresário Lucas Kalil, ela afirma que dividir também é uma forma de conduzir e encarar as dores e problemas da vida. "A decisão de ter essa troca. Acredito que durante essa existência, passaremos por milhares de momentos, bons e outros nem tanto, e que precisamos buscar sempre o aprendizado dentro de cada fato”, ela finaliza.

(Foto Destaque: Mariana Rios. Reprodução/Observatório G - Uol)

Deixe um comentário