Celebridades

Luciano Huck conta em livro sobre o começo do romance com Angélica

Luciano Huck conta em seu livro 'De porta em porta', como foi o começo de seu relacionamento com Angélica em um capítulo inteiro que dedicou à esposa. Os dois se casaram em 2004.

3 min de leitura
07 Set 2021 - 11h42 | Atulizado em 07 Set 2021 - 11h42

O apresentador Luciano Huck dedicou um capítulo inteiro do seu recém-lançado livro ‘De porta em porta’ à esposa, Angélica. Nele, contou como os dois se conheceram e relembrou que se apaixonaram nos bastidores do filme ‘Um show de verão’.

“Não tínhamos passado nem da primeira página (da leitura) do texto e eu já estava completamente apaixonado. (…) O problema é que desta vez havia não um, mais dois pequenos detalhes: ela estava namorando e eu também”, disse sem citar nomes.

Na época, Angélica namorava o ator e cantor Maurício Mattar e Luciano namorava a estilista Astrid Monteiro de Carvalho.



Casamento de Luciano e Angélica. (Foto: Sérgio Cabral. Reprodução / Extra)


“Os bastidores das filmagens foram dignos da expressão ‘história de cinema’. Nós dois, os protagonistas, terminamos os relacionamentos em que estávamos e mergulhamos no nosso conto de amor”, escreveu.

Amy Winehouse ou Cleo? Fiuk confunde Luciano Huck e Xuxa no Show dos Famosos

Jojo Todynho termina o namoro após polêmica em redes sociais

No 'Dia do Irmão' Juliana Amaral faz homenagem a Paulo Gustavo

Ele também contou todas as vezes que encontrou com Angélica antes do relacionamento. Sendo a primeira nos bastidores de um ensaio para uma revista, em meados dos anos 90. Na ocasião, ambos estavam com seus então pares posando para uma matéria sobre o Dia dos Namorados.

A segunda vez foi numa festa de lançamento do ‘Caldeirão do Huck’, em 2000, no Morro da Urca, na qual Angélica também compareceu acompanhada do namorado.

O terceiro encontro foi quando a produção de Huck convidou Angélica para cantar no programa. Depois, eles gravaram juntos um quadro para o ‘Caldeirão’ em Fernando de Noronha, em que a apresentadora fazia uma aula para aprender a dirigir.

“Nos sentamos frente a frente no voo de ida e confesso que já fiquei fascinado. Tudo nela era intenso: a cor dos olhos, a pele, o sorriso fácil, a voz rouca, a simpatia contagiante, o bom humor. Aquela Angélica da televisão, do ‘Vou de táxi’, das capas de revistas, não estava mais lá. Na intimidade, ela era melhor ainda: uma moça normal, gente fina, divertida e muito inteligente", relembra.

 

(Foto Destaque: Angélica e Luciano no último dia dos namorados. Reprodução / Instagram)

Deixe um comentário