Notícias

Justiça decreta nova prisão do ex-vereador Gabriel Monteiro

Caso é relativo as denúncias de seus ex-assessores. Ex-vereador e ex-pm foi cassado e está detido, acusado de estuprar uma estudante de 23 anos, desde o começo de novembro.

3 min de leitura
23 Nov 2022 - 19h37 | Atualizado em 23 Nov 2022 - 19h37

A Justiça do Rio decretou uma nova prisão preventiva para o ex-policial militar e ex-vereador, Gabriel Monteiro (PL). A decisão é da juíza Simone de Faria Ferraz, da 43ª Vara Criminal do Tribunal de Justiça do Rio de Janeiro, pelos crimes de assédio sexual e de violação mediante fraude contra seus ex-assessores.

O ex-vereador está preso desde o dia 7 de novembro e, atualmente, está cumprindo prisão na cadeia Pública Joaquim Ferreira de Souza, no complexo de Gericinó, Zona Oeste do Rio, por abuso sexual de uma vendedora. De acordo com o Ministério Público do Estado, Gabriel Monteiro teria forçado uma estudante de 23 anos, a praticar relação sexual com ele após uma festa na Barra da Tijuca, em julho deste ano. O mandado de prisão foi expedido pelo juz Rudi Baldi Loewenkron, da 34ª Vara Criminal, o ex-vereador se entregou na 77ª Delegacia Policial (DP) de Icaraí, em Niterói.

O novo mandado de prisão é oriundo de uma investigação da 42ª DP (Recreio) e foi divulgado pelo Fantástico, da TV Globo, no começo do ano.


Ex-vereador Gabriel Monteiro. Reprodução\Brasil de Fato.


Segundo o portal G1, O novo pedido de prisão preventiva faz parte dos casos que foram analisados pelo Conselho de Ética da Câmara do Rio, que pediu a cassação do mandato do ex-vereador Gabriel Monteiro.

Monteiro teve seu mandado cassado em agosto, após uma votação no plenário da Câmara, por quebra de decoro parlamentar. Várias acusações foram feitas, acusações como: tentativa de estrupo e assédio sexual e moral. O ex-vereador também foi acusado de intimidações, agressões e de cometer crimes contra menores de idade.

Nas denúncias analisadas pela Câmara, constam quatro acusações de mulheres que dizem ter sido estrupadas. Ao menos três delas afirmam que as relações começaram de forma consentida e passaram para uma situação de violência. Ao se pronunciar sobre o assunto, Gabriel Monteiro sempre nega os crimes e diz que vai provar sua inocência.

Foto Destaque: Gabriel Monteiro. Reprodução\ Poder360.

Deixe um comentário

Lorena Bueri CEO, Lorena Bueri, madrinha perola negra lorena bueri, lorena power couple, lorena bueri paparazzi, Lorena R7, Lorena Bueri Revista Sexy, Lorena A Fazenda, Lorena afazenda, lorena bueri sensual, lorena gata do paulistão, lorena bueri gata do paulistão, lorena sexy, diego cristo, diego a fazenda, diego cristo afazendo