Moda

Jovens marcas e estilistas estão mudando o cenário brasileiro da moda

A atual leva de marcas e estilistas vem deixando o cenário brasileiro da moda cada vez mais plural e dinâmico. Politizada, a indústria está prezando por vendas e ética na mesma medida.

3 min de leitura
11 Ago 2022 - 10h59 | Atualizado em 11 Ago 2022 - 10h59

Uma das maiores e mais lucrativas, a indústria da moda se destaca pela rapidez com que reage a anseios coletivos e movimentos culturais. No Brasil, através da politização e de novas ideias, uma nova leva de marcas e estilistas têm mostrado a potência do mercado como protagonista de mudanças sociais. Cada vez mais plural e dinâmico, nosso cenário fashion está mais conectado com a realidade brasileira e vem prezando por vendas e ética na mesma medida. 

A última São Paulo Fashion Week foi um reflexo da transformação que está acontecendo na indústria da moda no país. Ainda que nomes de peso não tenham marcado presença na edição de junho passado, como Ronaldo Fraga e a marca Another Place, jovens estilistas mostraram nas passarelas um Brasil autêntico e diverso, que valoriza a produção nacional, conversa sobre política e homenageia sua cultura, abraçando a própria identidade.


Isaac Silva na São Paulo Fashion Week (Foto: Reprodução/ Instagram)


Atualmente, as marcas estão mais preocupadas em gerar um impacto positivo. Um exemplo é o estilista Airon Martin, fundador da Misci e grande defensor da produção nacional. Nos bastidores da moda, ele garimpa fornecedores que fabricam matérias-primas de alta qualidade, mas que, graças a falta de incentivo, estão inativos. De acordo com Airon, a indústria têxtil brasileira precisa ter a autoestima renovada, uma vez que muita coisa deixou de ser feita no país, fazendo com que as máquinas fiquem paradas. Consciente do problema, a Misci está colocando tais maquinários para rodar e, enquanto as fábricas produzem os fios, a marca desfila as peças criadas a partir deles. 

Isaac Silva, outra voz da nova geração, também vê o resgate da identidade brasileira entre seus colegas. “Em outros momentos, a moda brasileira já foi desacreditada, mas hoje vejo que estamos em uma crescente. Tem muita gente criando com DNA nacional, com essência política, com vozes representativas de várias regiões do país”, contou Isaac em entrevista à Vogue. 

Para a atual leva de criadores, de maneira explícita ou não, a moda também é política. Mesmo com pautas diferentes e formas distintas de defendê-las, eles assumem a posição de agentes da transformação e, prestigiando uns aos outros tanto nos desfiles quanto nos bastidores, eles se unem para compreensão de que juntos são mais fortes.  

 

Foto destaque: Misci apresenta coleção na SPFW. Reprodução/ Misci

Deixe um comentário

Lorena Bueri CEO, Lorena Bueri, madrinha perola negra lorena bueri, lorena power couple, lorena bueri paparazzi, Lorena R7, Lorena Bueri Revista Sexy, Lorena A Fazenda, Lorena afazenda, lorena bueri sensual, lorena gata do paulistão, lorena bueri gata do paulistão, lorena sexy, diego cristo, diego a fazenda, diego cristo afazendo