Notícias

João Doria desiste da pré-candidatura à Presidência

Tucano enfrentava resistências no PSDB e de partidos da terceira via. Decisão foi anunciada um dia antes de a Executiva do PSDB se reunir para definir como se posicionará nas eleições

3 min de leitura
23 Mai 2022 - 14h15 | Atualizado em 23 Mai 2022 - 14h15

Pressionado por religiosos, o ex-governador de São Paulo, João Doria (PSDB), anunciou nesta segunda-feira (23) que retiraria sua candidatura à presidente da república nas eleições de outubro deste ano. O ex-candidato disse que se retirou da eleição "com o coração partido, mas com a alma lavada".


Após pressão interna, Doria anuncia desistência da candidatura à Presidência. (Foto: Reprodução/PortalR7/Governo de São Paulo)


"Apresento hoje meu nome ao partido. Compreendo com calma que não sou a escolha da direção do PSDB. Aceito essa realidade de cabeça erguida. Sou uma pessoa que respeita o bom senso, o diálogo e o equilíbrio. Buscando consenso, mesmo que vá contra meus desejos pessoais", disse Doria em entrevista coletiva.

"O PSDB saberá se posicionar melhor na eleição deste ano. Saio do debate com o coração ferido, mas com a alma leve. Com claro senso de responsabilidade e missão sem corrupção", disse.

O ex-governador se juntou a líderes tucanos, com o presidente nacional do partido, Bruno Araújo, em um discurso contra a candidatura paulista. Após falar emocionado, Doria recebeu aplausos.

Histórico

PSDB, MDB e Cidadania vão lançar este ano o chamado candidato presidencial de terceira via para a República, e recentemente decidiram usar os resultados das pesquisas para orientar a escolha do nome.

A investigação apontou a senadora Simone Tebbett (MDB-MS) como a opção mais viável contra Doria, que se recusou a desistir da bancada e chegou a ameaçar judicializar o caso. Em uma reunião, a presidente dos três partidos concordou com uma possível candidata para se tornar a empregada, mas eles não divulgaram oficialmente o nome dela.

Mais cedo, Doria se reuniu com lideranças tucanas, que pretendem dissuadir São Paulo de abandonar a ideia de concorrer à presidência nas eleições deste ano. Os correligionários tentam encontrar um acordo para evitar uma ruptura pública e problemática com o ex-governador.

Em conversas privadas. Tucano valeu-se de pesquisas encomendadas pelo PSDB, MDB e Cidadania, que identificaram Tebet como o melhor candidato para representar o chamado candidato da terceira via, argumentando que Doria deveria se retirar da próxima eleição.

Não há proposta para Doria. Outro argumento usado pelo tucano é uma pesquisa interna, que mostra que 56% dos brasileiros se opõem à polarização e não querem votar em Luiz Inácio Lula da Silva (PT) ou Jair, que ficaram em primeiro e segundo lugar respectivamente nas pesquisas eleitorais. 

Foto Destaque: João Doria durante pronunciamento nesta segunda-feira (23). Foto: Reprodução/G1/Redes sociais

Deixe um comentário

Lorena Bueri CEO, Lorena Bueri, madrinha perola negra lorena bueri, lorena power couple, lorena bueri paparazzi, Lorena R7, Lorena Bueri Revista Sexy, Lorena A Fazenda, Lorena afazenda, lorena bueri sensual, lorena gata do paulistão, lorena bueri gata do paulistão, lorena sexy, diego cristo, diego a fazenda, diego cristo afazendo