James Wan apresenta título da sequência de Aquaman

Publicado 10 de Jun de 2021 às 14:34

Com o sucesso de Aquaman que faturou US$ 1,1 bilhão em bilheterias pelo mundo, uma continuação para a história do herói da DC já era esperada e nesta quinta-feira (10), o diretor de cinema James Wan usou sua conta no Instagram para revelar que a sequência de Aquaman de 2018 se chamará ‘Aquaman and the Lost Kingdom’ que em tradução livre fica Aquaman e o Reino Perdido.

 

https://lorena.r7.com/post/Globoplay-investe-no-cinema-nacional

https://lorena.r7.com/post/A-segunda-temporada-de-Love-Victor-esta-chegando

https://lorena.r7.com/post/Criador-de-Lupin-fala-sobre-como-Sherlock-inspirou-a-serie


Aquaman

Foto: Divulgação/Warner


Em sua publicação, no Instagram, Wan escreveu a seguinte legenda: "A maré está subindo".

 Além do retorno de James Wan na direção, o astro do filme, Jason Mamoa retorna como Aquaman, Yahya Abdul-Matteen II (Os 7 de Chicago) como vilão o Arraia-Negra, Patrick Wilson (Invocação do Mal) como Mestre dos mares e Amber Heard (Liga da Justiça ‑ Snyder Cut). O longa também conta com a adição do ator Pilou Asbaek que atuou no filme “A Vigilante do Amanhã: Ghost in the Shell” porém, o seu trabalho de maior sucesso foi em Game Of Thrones como o capitão do mar Euron Greyjoy.

O enredo do filme ainda é um grande mistério, mas o nome pode dar pistas sobre o qual trama esperar na continuação. No primeiro filme fomos apresentados a 7 reinos: Os Atlantes e Xebel semelhantes a humanos, Trincheira seres sem capacidade de fala e pensamentos, Salmoura semelhantes a um caranguejo, Reino dos pescadores que são semelhantes a um peixe, o Reino dos Desertores que morreram ao longo do tempo e o Reino Desaparecido, esse último deve ser melhor explorado pois foi o único reino que não apareceu no primeiro filme. 

As filmagens de Aquaman and the Lost Kingdom (Aquaman e o Reino Perdido) já começaram e o filme tem a sua estreia prevista para o dia 16 de dezembro de 2022.

(Foto destaque: Aquaman (Jason Mamoa) atuando em Aquaman. Reprodução/Twitter)

Deixe um comentário