James Gunn relembra como ‘Scooby-Doo’ mudou sua vida, 19 anos depois

Publicado 15 de Jun de 2021 às 18:24

Um dos cineastas mais bem-sucedidos de Hollywood, James Gunn, que dirigiu filmes como “Esquadrão Suicida” e a franquia “Guardiões da Galáxia”, além de ter produzido alguns filmes da saga “Vingadores”, usou seu Twitter para relembrar um sucesso que veio bem antes de todas as obras citadas.

No início da década de 2000, mais precisamente em 2002, Gunn foi roteirista de um live-action que fez parte da infância de toda a Geração Z, o filme “Scooby-Doo”, que completou 19 anos desde sua estreia na última segunda-feira (14).


Netflix anuncia datas de estreia da segunda temporada de ‘Outer Banks’ e ‘Eu Nunca’

Anna Paquin relembra como foi trabalhar com Hugh Jackman em 'X-men'

Jessica Henwick, de Punho de Ferro, entra para o elenco de 'Entre Facas e Segredos 2'


Aproveitando um tweet de um perfil direcionado a produções cinematográficas em geral, James publicou: "Para mim, esse foi um dia angustiante", escreveu Gunn. "Eu nunca tinha me envolvido com um filme mainstream e sabia que minha carreira seria incrivelmente afetada pela performance deste filme. As primeiras críticas foram ótimas, então foi animador no início. Eu faria parte de um sucesso", e continuou em uma sequência de tweets.


James Gunn e parte do elenco de "Scooby-Doo" (Reprodução/Pinterest) 


"Mas, conforme o restante das análises chegou, no final da quinta-feira e início da sexta, eu vi que as primeiras foram uma anomalia. Estávamos sendo destruídos", relembrou. "Sim, eu sabia que o filme não era perfeito e não era exatamente o que eu tinha planejado desde o início, mas eu ainda achava divertido e as crianças amavam ele".



O cineasta contou que, na época, foi dormir angustiado, imaginando que seu nome seria eternamente vinculado a um grande fracasso de bilheteria e acabou sendo surpreendido positivamente quando, no dia seguinte, recebeu a notícia de que “Scooby-Doo” havia alcançado US$18 milhões em apenas um dia.

"Não só foi um sucesso, mas foi, na época, a maior estreia em junho para um filme em todos os tempos. Foi um megassucesso. E, em alguns segundos, eu fui de ser qualquer outro roteirista para um cara com um sucesso e minha vida mudou completamente", encerrou Gunn.

“Scooby-Doo” garantiu mais de US$275 milhões, ganhando a continuação “Scooby-Doo: Monstros à Solta”, no ano de 2004, tendo James Gunn como roteirista novamente.

 (Foto destaque: James Gunn e poster de "Scooby-Doo". Reprodução/Pinterest) 

Deixe um comentário