Money

JPMorgan Chase processa Elon Musk em R$ 890 milhões

Novamente tweets antigos de Elon Musk vieram à tona e complicam a vida do empresário, desta vez JPMorgan esta processando a empresa Tesla em US$ 162 milhões com base na publicação de 2018 de Musk.

3 min de leitura
16 Nov 2021 - 21h00 | Atulizado em 16 Nov 2021 - 21h00

Nesta última segunda feira(15) o CEO Elon Musk se envolveu em uma polêmica devido a publicação no Twitter, desta vez o Banco JPMorgan Chase está abrindo processo contra a Tesla no valor de US$ 162 milhões( aproximadamente R$ 890 milhões). O banco alega que a montadora rompeu cláusulas contratuais de opções de compras de ação e tweets publicados pelo CEO em 2018 provam que ele fecharia o capital da companhia. Lembrando que a Comissão de Valores Mobiliários dos Estados Unidos ( SEC) já o processou pelo mesmo motivo.

No processo a JPMorgan afirma que a montadora descompriu de forma "flagrante" os termos de um contrato de opções de compra, o banco afirma que em 2014 adquiriu títulos da Tesla, que garantiam um pagamento em dinheiro ou ações se o preço dos ativos ultrapasse valores pré-determinado.

 


 

Tweet de Elon Musk sobre o congelamento das ações em 2018(Reprodução/ Twitter)


 

No Tweet antigo Musk afirmou na época que fecharia o capital da Tesla em US$ 420 por ação, por isso o banco teve que revisar o contrato. Em pouco tempo o CEO desistiu da proposta e banco novamente teve que revisar a proposta.

A parceria que vem desde 2014 com a JPMorgan se encerrará esse ano e durante este período as ações da Tesla ultrapassaram em até dez vezes o valor dos contratos, mas em nenhuma ocasião a montadora pagou  ao banco os ajustes das garantias.

Na corte de Manhattan onde está rolando o processo  o banco revelou “Apesar dos ajustes feitos pelo JPMorgan serem adequados e uma exigência contratual, a Tesla se recusou a aceitar o preço de referência e pagar o que deve. A Tesla está em flagrante descumprimento de suas obrigações contratuais. Como resultado, mais de US$ 162 milhões são devidos ao JPMorgan pela Tesla”.

Ler mais: Maior iate do mundo contará com um condomínio de luxo com 39 apartamentos

Ler mais: Paulo Coelho aparece em lista dos mais ricos da Suíça

Ler mais: Empresa de Brasília-DF liberou MILHÕES de reais em FGTS nos últimos dias ajudando milhares de famílias a saírem do vermelho

Até o momento nem Musk e nem a Tesla se pronunciaram sobre o assunto, porém em 2019 a montadora chegou a chamar o banco de "oportunista" pois acreditavam que o banco estava querendo tirar vantagens sobre as ações da Empresa.

Foto em destaque Elon Musk (Reprodução/Twitter)

Deixe um comentário