Bem Estar

Ingerir ou fumar maconha não previne contra a Covid-19

Pesquisadores da Oregon State University descobrem em um novo estudo compostos da planta cânhamo capazes de auxiliar na luta contra o vírus da covid-19.

3 min de leitura
17 Jan 2022 - 10h44 | Atualizado em 17 Jan 2022 - 10h44

Na segunda-feira da semana passada, dia 10 de janeiro, a junção de Cannabis e Covid-19 em uma matéria científica fez o estudo de um grupo de pesquisadores da Oregon State University viralizar na internet.

Segundo o Journal of Natural Products, foram encontrados dois ácidos em plantas de cânhamo, que, após a aplicação de calor, tornam-se canabinóides ativos e são capazes de impedir a entrada do novo coranvírus.

Dessa forma, a manipulação da cannabis pode ser um agente contra a covid-19, mas, não significa que fumar ou comer maconha irá impedir a infecção do coronavírus. E, uma parte do público que teve contato com a matéria, acredita que fumar maconha irá proteger conta a covid-19.


Estudos associando Cannabis ao coronavírus viralizam na internet (Foto: Reprodução/Hypeness)


Segundo Richard van Breemen (professor de bioquímica da Oregon State University) em uma entrevista para a VICE, os pesquisadores buscavam estudar quais produtos naturais eram potenciais reforços no combate a onda do coronavírus. Nesse estudo, foram descobertos três compostos no cânhamo com potencial para se ligar à proteína Spike – a que permite o vírus se alojar nas células humanas com maior facilidade.

Os três compostos descobertos foram: ácido canabidiólico (CBD-A); o ácido canabigerólico (CBG-A); ácido tetraidrocanabinólico (THC-A). Os ácidos são os compostos que permitem a pessoa ficar “chapada”, já que são “precursores biossintéticos dos canabinóides que ativam os receptores em humanos”. E, resumidamente, estes não são os mesmos compostos utilizados na base da pesquisa feita pela equipe da Oregon State University. A diferença está na transformação do composto através da aplicação do calor, e, assim, temos: CBD-A para CBD; CBG-A para CBG; THC-A para THC.

Contudo, o professor Van Breemen garante que os compostos CBD,CBG e THC não são efetivos contra o vírus, deixando em cheque a crença de que fumar a cannabis irá combater a covid-19. O pesquisador finalizou concluindo que a aplicação desses três compostos como “suplemento alimentar” pode auxiliar em uma meta de vida saudável.  

Foto destaque: Compostos descobertos na maconha podem ajudar contra o vírus d acovid-19. Reprodução/Getty Images.

Deixe um comentário

Lorena Bueri CEO, Lorena Bueri, madrinha perola negra lorena bueri, lorena power couple, lorena bueri paparazzi, Lorena R7, Lorena Bueri Revista Sexy, Lorena A Fazenda, Lorena afazenda, lorena bueri sensual, lorena gata do paulistão, lorena bueri gata do paulistão, lorena sexy, diego cristo, diego a fazenda, diego cristo afazendo