Notícias

Ida de Lula à COP-27 é retomada do protagonismo do país na proteção ao meio ambiente

Em busca de romper o isolamento do país no cenário internacional durante o governo de Jair Bolsonaro, o presidente eleito Luiz Inácio Lula da Silva desembarca na conferência sobre mudanças climáticas da ONU, a COP27, entre os dias 6 e 18 de novembro

3 min de leitura
03 Nov 2022 - 20h44 | Atualizado em 03 Nov 2022 - 20h44

 Lula representa uma reviravolta na política ambiental mundial, ao lado de líderes mundiais, Brasil voltará a ter destaque em negociações importantes sobre a transição climática, Pensando no futuro do planeta lideranças mundiais se reunirão no Egito, de 6 a 18 de novembro, na 27ª Conferência das Nações Unidas sobre Mudanças Climáticas (COP 27) para debater medidas de contenção das mudanças climáticas. Entre os líderes, estará o presidente eleito do Brasil, Luiz Inácio Lula da Silva (PT), convidado especial para o evento. 

 Mesmo faltando dois meses para a posse, os compromissos de Lula na área ambiental encontraram repercussão na comunidade internacional diante dos retrocessos no combate ao desmatamento da Amazônia que o país viveu sob o governo Bolsonaro. A ideia é usar o evento como um contraponto ao governo Bolsonaro. Entre 2004 e 2012, anos em que Lula e Dilma Rousseff estiveram no Palácio do Planalto, o desmate na Floresta Amazônica caiu 80%; sob Bolsonaro, porém, subiu 73% nos três primeiros anos.

Ambientalistas atribuem a melhora nos governos petistas ao Plano de Ação para Prevenção e Controle do Desmatamento na Amazônia (PPCDAm), criado em 2004. Contudo, esse plano foi descontinuado pelo ex-ministro Ricardo Salles (PL), que paralisou o Fundo Amazônia com R$ 3,2 bilhões no cofre do BNDES. Há esperança de que, em janeiro, o fundo seja retomado com a decisão administrativa de voltar com as atividades do Comitê Orientador (Cofa) e do Comitê Técnico (CTFA), encerradas por Ricardo Salles.


Deputada eleita Marina Silva e Lula Petista  (Foto: Reprodução/REUTERS/Carla Carniel)


Deputada eleita Marina Silva, figura entre as favoritas para ocupar o Ministério do Meio Ambiente do novo, lideranças petistas avaliam que seria mais provável que Marina fosse indicada para comandar a instituição que irá coordenar a ação de vários ministérios na questão ambiental.  Já o governo Lula, Petista irá a COP27 na semana que vem.  também terá a pressão para que Lula revogue o Decreto 9.760-2019, que teria levado à redução de 80% nas multas ambientais e dificultado a punição de infratores.  

Lula também se comprometeu a proteger os povos indígenas, entre as principais propostas da campanha para área está a criação do Ministério dos Povos Originários. 

 

Foto Destaque: Lula no dia de votação do segundo turno. Reprodução/Yahoo Notícias

Deixe um comentário

Lorena Bueri CEO, Lorena Bueri, madrinha perola negra lorena bueri, lorena power couple, lorena bueri paparazzi, Lorena R7, Lorena Bueri Revista Sexy, Lorena A Fazenda, Lorena afazenda, lorena bueri sensual, lorena gata do paulistão, lorena bueri gata do paulistão, lorena sexy, diego cristo, diego a fazenda, diego cristo afazendo