Notícias

Hospital acusado de vazar dados sobre a atriz Klara Castanho é vistoriado por Conselho de Enfermagem

O Conselho Regional de Enfermagem de São Paulo foi até o Hospital Brasil onde estava internada a atriz que teve dados sobre sua internação vazados a imprensa por profissional da instituição.

3 min de leitura
28 Jun 2022 - 20h36 | Atualizado em 28 Jun 2022 - 20h36

O Conselho Regional de Enfermagem de São Paulo (Coren-SP), informou nesta terça-feira (28) que compareceu ao Hospital Brasil, localizado na região metropolitana de São Paulo na última segunda-feira, uma profissional da instituição é acusada de vazar informações sobre a atriz de 21 anos, Klara Castanho sem seu consentimento, o hospital informou que está aguardando a liberação da documentação interna para seguir com as investigações do fato e identificar os envolvidos. 

A atriz publicou no último sábado (25) em sua rede social uma carta aberta onde expôs que havia sofrido um abuso sexual, que ocasionou em uma gravidez, Klara deu luz ao bebê e o entregou para adoção dentro de todos os parâmetros judiciais. O comunicado foi publicado após informações e especulações sobre o caso terem sido divulgados por um colunista sem a autorização da artista. 



Klara alega ter sido abordada por uma enfermeira enquanto estava no hospital, a profissional a ameaçou dizendo que vazaria informações sobre os acontecimentos para a imprensa, o Hospital Brasil informou em nota, que será aberta uma sindicância interna para apurar a denúncia feita pela atriz, o caso também está sendo investigado pelo Ministério Público e pelo Conselho Regional e Federal de Enfermagem. 

Em declaração publicada no domingo (26) o Conselho Federal de Enfermagem (Cofen) manifestou "profunda solidariedade à atriz Klara Castanho, que, após ser vítima de violência sexual, teve o seu direito à privacidade violado, durante processo de entrega voluntária para adoção, conforme assegura o Estatuto da Criança e do Adolescente (ECA)" e que "tomará todas as providências que lhe couber para a identificação dos responsáveis pelo vazamento de informações sigilosas pertinentes ao caso", foi dito no comunicado. 

Em entrevista ao Globo News, a presidente do Cofen, Betânia Maria dos Santos disse que a enfermeira que teria ameaçado vazar os dados da internação da atriz poderá perder seu registro profissional e ficar inapta de exercer a profissão. O Hospital Brasil publicou uma nota sobre o ocorrido, relatando que "tem como princípio preservar a privacidade de seus pacientes bem como o sigilo das informações do prontuário médico. O hospital se solidariza com a paciente e familiares e informa que abriu uma sindicância interna para a apuração desse fato".  

No Brasil, o vazamento de dados sigilosos é considerado crime, de acordo com o artigo 153, divulgar alguém, conteúdo de documento particular ou de correspondência confidencial, de que é destinatário ou detentor, e cuja divulgação possa produzir dano a outro sem justa causa é crime passível de detenção e multa.

Foto Destaque: Atriz Klara Castanho. Reprodução: Instagram.

Deixe um comentário

Lorena Bueri CEO, Lorena Bueri, madrinha perola negra lorena bueri, lorena power couple, lorena bueri paparazzi, Lorena R7, Lorena Bueri Revista Sexy, Lorena A Fazenda, Lorena afazenda, lorena bueri sensual, lorena gata do paulistão, lorena bueri gata do paulistão, lorena sexy, diego cristo, diego a fazenda, diego cristo afazendo