Money

Fundador do Alibaba, Jack Ma, foi morar no Japão após críticas à China

O fundador do grupo Alibaba, passou a enfrentar momentos de tensão desde que criticou as autoridades da China há cerca de dois anos. Segundo o Financial Times, o executivo está morando no Japão.

3 min de leitura
01 Dez 2022 - 20h27 | Atualizado em 01 Dez 2022 - 20h27

Um dos empresários mais ricos da China e fundador do grupo Alibaba, Jack Ma, ficou sumido por aproximadamente dois anos após desentendimentos com autoridades chinesas. Na última terça-feira (29) o jornal Financial Times afirmou que o bilionário reapareceu em Tóquio.

O professor que se tornou um “titã” da tecnologia, era o rosto da empresa chinesa Big Tech.  Porém, após realizar um discurso criticando o sistema regulador financeiro chinês, Jack decidiu optar por ter uma vida mais privada, evitando aparecimentos públicos e chamar atenção para si mesmo. Por conta deste desaparecimento, surgiram inúmeras teorias de que o bilionário teria sido assassinato pelo governo da República Popular da China.

Em seu discurso, Jack fez críticas rigorosas a legislação financeira da China e a iniciativa governamental da Prosperidade Comum, que visa realizar uma melhor distribuição de renda no país. No entanto, por conta de suas falas, sua empresa foi alvo de um intenso escrutínio regulatório, além de um maior controle às empresas de tecnologia na China.


Jack Ma. (Foto: Reprodução/ Mercado e consumo)


Segundo a reportagem do Financial Times, o bilionário estaria vivendo em Tóquio, há pelos menos 6 meses. Se mantendo discreto na sociedade japonesa, Jack Ma estaria socializando fazendo visitas em fontes termais, estações de esqui e clubes privados ao lado de sua família.

Desde 2020, O bilionário não atua mais como diretor-executivo do grupo Alibaba mas permanece como presidente do conselho da Fundação Jack Ma.

Não é primeira vez que o desaparecimento de Jack Ma acontece, Em janeiro de 2021, Jack foi dado como desaparecido após fazer algumas queixas sobre o governo da China. Na época, as redes sociais do executivo ficaram desatualizadas por meses. Após este episódio, Jack apareceu em uma videoconferência com a participação de mais de 100 professores rurais da China. No entanto, a localização do executivo não foi revelada.

Em seguida Ma enfrentou outros problemas, em abril do ano passado, o grupo Alibaba foi multado em US$ 2,75 bilhões por um órgão regulador de mercado chinês após se tornar alvo de ação antitruste no país.

 

Foto Destaque: Jack Ma. Reprodução/Notícias ao minuto

Deixe um comentário

Lorena Bueri CEO, Lorena Bueri, madrinha perola negra lorena bueri, lorena power couple, lorena bueri paparazzi, Lorena R7, Lorena Bueri Revista Sexy, Lorena A Fazenda, Lorena afazenda, lorena bueri sensual, lorena gata do paulistão, lorena bueri gata do paulistão, lorena sexy, diego cristo, diego a fazenda, diego cristo afazendo