Fone de ouvido e seus impactos no sistema auditivo

Publicado 04 de Nov de 2020 às 21:18

A Organização Mundial da Saúde (OMS) divulgou recentemente algumas notícias alarmantes. Estima-se que 1,1 bilhão de jovens correm o risco de perda auditiva que pode alterar sua vida devido à alta exposição a ruídos. A OMS define esta perda auditiva induzida por ruído como sendo causada por exposição sustentada a ruído moderadamente alto (85 decibéis por oito horas), ou através da exposição de curto prazo a ruído muito alto (15 minutos ouvindo som acima de 100 decibéis).

Leia mais: Anedonia musical, conheça essa condição neurológica que faz as pessoas não gostarem de ouvir música

Mas por que os jovens correm tanto risco de perda auditiva induzida por ruído? Enquanto a OMS descreve fatores de risco como bares, clubes e locais de música como causadores de danos à audição, o maior problema enfrentado é ouvir música alta usando fones de ouvido em um dispositivo inteligente.


Entenda como ocorre todo o processo de audição e suas especificidades (Foto:Reprodução/Audireal)


Fones de ouvido e perda auditiva

Os dados divulgados mostram que menores de 35 anos são mais propensos a ouvir música usando dispositivos móveis do que outras faixas etárias. Destes, a OMS sugere que 50% ouvem música enquanto usam fones de ouvido muito altos. Muitos jovens estão tocando suas músicas no volume máximo. Os números mostram que eles fazem isso em uma taxa muito maior do que os indivíduos mais velhos. Música alta em fones de ouvido pode danificar o ouvido interno e causar perda de audição. Em um iPhone da Apple, o volume máximo com fones de ouvido é igual a 102 decibéis. Isso significa que podem ocorrer danos à audição depois de ouvir apenas algumas músicas nessa faixa. Mesmo em faixas mais baixas, é fácil estar em níveis inseguros.

A OMS não está sozinha em suas preocupações. Um estudo realizado em 2010 pela Harvard Medical School nos Estados Unidos, descobriu que o aumento da popularidade dos fones de ouvido aumentou significativamente a taxa de diagnóstico de perda auditiva em indivíduos com menos de 20 anos de idade. Não há dúvida de que o uso impróprio de fones de ouvido ou da tecnologia de fones de ouvido causa problemas de audição ao longo da vida para as pessoas.

Como os fones de ouvido causam perda auditiva?

Se você pensar no ouvido humano, faz sentido que ele não seja adequado para ruídos altos. O ouvido foi desenvolvido para detectar até mesmo sons de nível muito baixo. Isso acontece devido ao fato de ser uma ferramenta natural de sobrevivência. Basta olhar para presas como coelhos ou veados. Sua audição é absolutamente excepcional, pois os ajuda a evitar predadores. Seu ouvido evoluiu quase da mesma maneira. Pode não ser tão sensível quanto o de um coelho, mas não está lá apenas para ajudá-lo a se comunicar, está lá para ajudá-lo a evitar o perigo.

No mundo natural, você raramente vai encontrar ruídos muito altos, mas sim silenciosos e sutis. Isso significa que o ouvido humano não evoluiu para lidar com ruídos altos, mas foi construído para captar sons suaves. Portanto, quando introduzimos um som artificialmente alto por meio de fones de ouvido, podemos acabar danificando nossos ouvidos.

De que forma isso acontece?

O ouvido é um sistema muito complicado, mas em termos simples, o som é criado como uma reação sensorial em seu cérebro seguindo a vibração de minúsculos fios de cabelo dentro de uma câmara em seu ouvido interno. O atrito entre superfícies diferentes resulta em movimento no ar, e esse movimento faz com que esses cabelos internos do ouvido vibrem de maneiras diferentes, criando sons diferentes. A música alta aumenta a força dessas vibrações. Se as vibrações são muito intensas por muito tempo, os cabelos não conseguem suportar a carga e param de funcionar corretamente. Dependendo de quanto tempo você ouviu a música, e quão alta ela estava, duas coisas podem acontecer:

Os cabelos podem ficar danificados e podem ter perdido a sensibilidade, mas podem se recuperar com o tempo. É por isso que você pode ter dificuldade em ouvir depois de sair de um local barulhento, mas, eventualmente, sua audição volta ao normal. Os cabelos estão sobrecarregados, mas vão cicatrizar com o tempo. Se muito dano for causado, os cabelos estão além do reparo, eles perderam a capacidade de vibrar com o som e se tornaram inúteis. É quando experimentamos perda auditiva induzida por ruído. O dano à sua audição tornou-se permanente.

Como saber se você tem perda auditiva devido aos fones de ouvido

Podem ocorrer sintomas de perda auditiva, os sinais comuns incluem zumbido, zumbido persistente em um ou ambos os ouvidos, pedir regularmente às pessoas para repetir o que acabaram de dizer e ouvir coisas erradas. Se você está experimentando esses sintomas ou tem sinais mais óbvios de perda auditiva, como clara dificuldade de ouvir ou surdez parcial, a melhor maneira de confirmar suas suspeitas é por meio de um teste de audição. Feito devidamente por um profissional da área.

Acho que ouço música muito alta: Posso reverter os danos auditivos?

Infelizmente, não há como reverter os danos causados ​​ao ouvido interno. Depois que os fios de cabelo do ouvido interno são destruídos a ponto de não conseguirem se consertar, eles se perdem para o resto da vida. Atualmente, não podemos restaurar células danificadas no canal auditivo. Você pode tratar a perda auditiva e melhorar sua capacidade de ouvir, mas não pode curar a perda auditiva com fones de ouvido.

Como tratar a perda auditiva decorrente do uso de fones de ouvido

O melhor método de tratamento da perda auditiva é a prevenção. A perda de audição ocorrida pelos fones de ouvido é uma condição totalmente evitável, se você está preocupado por você, um amigo ou um ente querido já ter prejudicado a audição ao ouvir música, existem tratamentos disponíveis. Para perda auditiva severa, o melhor tratamento são os aparelhos auditivos. Os aparelhos auditivos funcionam de forma muito diferente dependendo do tipo de aparelho auditivo que você adquirir, o que será uma decisão a ser tomada com um audiologista. No entanto, todos eles fazem a mesma coisa, aumentam o que resta de sua habilidade natural de ouvir, permitindo uma faixa de audição muito mais ampla.

Muitas pessoas que sofrem de perda auditiva como resultado do uso de fones de ouvido podem atingir níveis normais de audição por meio de um aparelho auditivo. Contudo, vale ressaltar que existem outros tratamentos para casos mais leves de perda auditiva, incluindo terapia de som, mas os aparelhos auditivos são a maneira mais eficaz de controlar os danos à sua audição e retornar à vida normal.

 

 (Foto destaque: Fone de ouvido e seus impactos no sistema auditivo. Reprodução/Pebmed)

Deixe um comentário