Tech

Festival tecnológico, SXSW, retorna com eventos presenciais e virtuais

South by Southwest (SXSW) é um dos festivais mais longevos do mundo. Nele, é possível encontrar novas tendências em meio as diversas atrações, além da presença de entusiastas de tecnologia, executivos e investidores

3 min de leitura
21 Mar 2022 - 18h39 | Atualizado em 21 Mar 2022 - 18h39

Encerrou ontem, domingo (20), o festival do South by Southwest (SXSW). Em 2020 o festival foi cancelado em virtude da pandemia e em 2021 a organização promoveu o evento online com grande parte dos conteúdos pré-gravados, mas, desta vez, não houve o que impedisse o evento que é realizado desde 1987, a edição deste ano foi presencial em Austin, Texas. O grande diferencial, é que os eventos organizados foram disponibilizados tanto para que estava lá presencialmente, quanto para quem só poderia curtir de longe, virtualmente.

O festival South by Southwest, é um evento de inovação. Nele é possível encontrar a diversidade de pensamentos sobre a expectativas para a sociedade, suas riquezas e seus meios comerciais, através de exibições em cinema, por meio de músicas e outros recursos tecnológicos. O evento costuma acontecer durante a primavera, na cidade de Austin. O SXSW, é um dos eventos mais aguardado, pela sua grandeza e representação financeira que proporciona à cidade arrecadar cerca de US$ 400 milhões em receitas.


Palco aberto de uma das atrações da SXSW. (Foto: Reprodução/ProjetoPulso)


Reynaldo Gama, CEO da HSM, profissional especializado com mais de 12 anos de experiência no mercado financeiro e em novas tendências foi um dos grandes nomes a prestigiar o evento da SXSW. Ele, com sua vasta expertise e detentor de um perfil motivador, compartilhou um pouco sua análise do evento à Forbes Brasil e salientou aquilo que mais lhe atraiu no aspecto tecnológico desta edição.

Para Gama, a novidade ou, nova realidade é essa capacidade que o ser humano possui de se multiplicar de acordo a necessidade proporcionada pelo ambiente em questão, assim ele diz: “É a tendência de cada indivíduo ampliar sua identidade em múltiplas plataformas e lugares, tendo uma persona para cada ambiente. Cada vez temos identidade em inúmeros lugares e plataformas, seja nas mídias sociais e agora no metaverso...”

O CEO ainda analisa que, a inteligência do homem o potencializa a cada vez mais se expandir, agora, ainda mais, no mundo virtual, “... ou seja, elas estão crescendo globalmente e cultivando esta percepção do online e offline, buscando obviamente seguidores e serem, de alguma forma, micro influenciadores, o que acaba tornando-as vulneráveis a críticas deste processo. ”, continuou Gama.

Por outro lado, Gama também analisa a importância da tecnologia, mas também, a necessidade da conexão física, que só em “modo humano” é possível experimentar, “A tecnologia, sem dúvida, está cada vez mais presente na rotina das pessoas. Porém, muitas já estão cansadas de tanta tela e pouca interação social. Por isso, a humanização precisa estar dentro das estratégias e entregas das empresas... ”


Participante da SXSW aponta câmera do smartphone captar efeito 3D. (Foto: Reprodução/Folha Uol)


Reynaldo conclui trazendo em questão a busca das pessoas pela conectividade interativa. Onde há o espaço para perguntas, dúvidas e respostas sobre coisas e necessidades diversas, “Nos Estados Unidos, por exemplo, existe uma rede de supermercados que tem uma fila na qual o consumidor pode ficar o tempo que quiser, sem pressa. Uma fila que foi pensada para os clientes que gostam de interagir, tirar dúvidas de produtos e não querem a frieza do autoatendimento e da rapidez da transação. Este modo humano vem se tornando uma tendência dentro de um mundo tão tecnológico. ”

Por fim, Reynaldo Gama compartilha sua percepção quanto à necessidade das pessoas no quesito vivência nostálgica, que se remetem a experiências passadas, “As pessoas estão procurando por experiências mais nostálgicas, simples e que tragam a essência humana, em um mundo cada vez mais complexo e tecnológico. Essa tendência pode ser comprovada pelo grande número de lançamentos de produtos mais tradicionais como cadernos, planners físicos, discos de vinil e a volta de jogos clássicos como o snake (cobrinha), febre da era de games 8-bit. ”

 

(Foto destaque: Logo da SXSW exebido em universo virtual, metavero. Reprodução/SXSW)

Deixe um comentário

Lorena Bueri CEO, Lorena Bueri, madrinha perola negra lorena bueri, lorena power couple, lorena bueri paparazzi, Lorena R7, Lorena Bueri Revista Sexy, Lorena A Fazenda, Lorena afazenda, lorena bueri sensual, lorena gata do paulistão, lorena bueri gata do paulistão, lorena sexy, diego cristo, diego a fazenda, diego cristo afazendo