Money

Famosos se aproveitam da fama para faturar milhões em seus negócios

Celebridades como Kim Kardashian, Rihanna, Blake Shelton, Harry e Meghan Markle usam das suas famas para atrair novos investidores e lucrar muito, mas evitam falar abertamente sobre suas receitas

3 min de leitura
01 Fev 2022 - 18h30 | Atualizado em 01 Fev 2022 - 18h30

A Savage X Fenty marca de lingerie da cantora Rihanna lançada em 2018, gerou US$ 125 milhões em rodada de captação da série C. Segundo a Bloomberg, em seguida, a linha de cintas modeladoras Skims da Kim Kardashian, duplicou sua avaliação para US$ 3,2 bilhões, após arrecadar US$ 240 milhões em captações de investimentos.

Sendo elas bilionárias da Forbes graças ao sucesso em seus negócios. Tanto Rihannna quanto Kim ao se referirem aos seus resultados, evitam revelar informações que possam comprometer o empreendimento ou, expô-lo demais. São rápidas e objetivas para falar dos negócios e o quanto investiram para que tivessem tamanha escala nas mídias digitais, algo comum no mundo das celebridades que obtém tais resultados de empreendimentos próprios.


Loja Savage X Fenty em Shopping no Estados Unidos.(Foto: Reprodução/Vogue)


Para a analista de varejo, Sucharita Kodali, “Todas essas empresas privadas estão em crise de relações públicas e é ainda mais fácil quando um grande nome está envolvido”. Ela pontua que no que se refere a avaliações financeiras de startups, há muitos que mentem, em média de 2 a 10 vezes o valor. “Não há regulamentação para o que as empresas privadas dizem e não há um órgão regulador”, diz Kodali.

Famosos insistem em usar a fama e encontrar nela sua segurança para, quem sabe assim, manter seu prestígio e presença diante das mídias e suas inúmeras marcas. Um dos exemplos é a Goop marca de estilo de vida lançada pela Gwyneth Paltrow em 2008, em uma rodada de financiamento da série C, a marca conquistou US$ 50 milhões. Contudo, 10 anos depois diversas fontes especularam que a Goop teria entre US$ 15 a 20 milhões em receita. Paltrow não quis afirmar os números.

Outra celebridade, que também evita compartilhar seus números é o cantor country Blake Shelton. Segundo a Forbes Celebrity 100, ele ocupa a posição de número 70 na sua lista. Shelton tem como uma de suas fontes de renda, a atuação como treinador no The Voice, da NBC. Em 2021, o cantor vendeu discretamente suas músicas totalizando a quantia de US$ 50 milhões, segundo informações do Rollling Stone. Entretanto, Shelton se reservou e não deu maiores informações. Atualmente, através de seu empreendimento no ramo de bebidas energéticas, ele busca adquirir uma nova fonte de receita. Todavia, não expôs resultados financeiros do novo negócio.


Blake Shelton no The Voice. (Foto: Reprodução/SpinOff)


Príncipe Harry e Meghan Markle, promoveram uma avalanche de publicidades ao fecharem acordo de conteúdos com a Netflix e com o Spotify, depois que se ausentaram de seus deveres reais no UK. O casal firmou também uma parceria com a Harry Walker Agency, visando lucrar com prováveis palestras. Essas alianças foram amplamente divulgadas na mídia, entretanto, nenhuma informação financeira ou transacional foi revelada, o casal preferiu manter em absoluto sigilo.

“Eu considero todos eles como startups que supervalorizam seus negócios, e isso acontece em ondas à medida que o setor se torna quente de forma rápida”, pontua Kodali, “mas você não pode se esconder uma vez que é público". Afirma a analista.

 

Foto destaque: Rihanna. Reprodução/Instagram

Deixe um comentário

Lorena Bueri CEO, Lorena Bueri, madrinha perola negra lorena bueri, lorena power couple, lorena bueri paparazzi, Lorena R7, Lorena Bueri Revista Sexy, Lorena A Fazenda, Lorena afazenda, lorena bueri sensual, lorena gata do paulistão, lorena bueri gata do paulistão, lorena sexy, diego cristo, diego a fazenda, diego cristo afazendo