Tech

Explosão no sol já está sendo sentida na Terra

Segundo a NASA e o Space Weather Prediction Center da NOAA, a ejeção de massa coronal (CME) poderia dar um “toca aqui” ao nosso campo magnético entre ontem (17) e hoje

3 min de leitura
18 Ago 2022 - 17h40 | Atualizado em 18 Ago 2022 - 17h40

Explosão no sol já está sendo sentida na Terra. Na última segunda-feira (15), um trio de sinalizadores classe M foi atingido por uma mancha solar crescente. Nesta semana, o sol desencadeou uma série de explosões solares, ao mesmo tempo em que envia uma ejeção de massa coronal e um fluxo de vento solar rápido em direção a Terra.

A energia das erupções solares atingiu o nosso planeta em poucos minutos, causando alguns apagões no rádio de ondas curtas notados por marinheiros pilotos e outros operadores sobre a América do Norte e o Oceano Atlântico, de acordo com Spaceweather.com.

De acordo com a NASA e o Space Weather Prediction Center da NOAA, a ejeção de massa coronal (CME), que foi lançada da atmosfera do sol por uma explosão de plasma escuro, poderia dar um “toca aqui” ao nosso campo magnético entre ontem (17) e hoje.


Erupção solar capturada por observatório da NASA em 2014. Foto: Reprodução/NASA.


Segundo o astrônomo Tony Phillips, o mapa magnético criado pela NASA “mostra polaridades opostas se acotovelando – uma mistura explosiva que pode desencadear em explosões solares fortes (até da classe X)”. Phillips descreveu o acontecimento como o sol lançando “uma nuvem de plasma frio e escuro no espaço após uma explosão em torno da mancha solar AR3076”. “Viajando a mais de 600 km por segundo (1,3 milhão de mph), a pluma rasgou a atmosfera externa do sol, criando uma ejeção de massa coronal (CME)”, disse o astrônomo.

Ao colidir com a magnetosfera da Terra, o golpe cósmico pode causar uma tempestade geomagnética de menor a moderada, potencialmente interrompendo as comunicações por satélite e criando auroras brilhantes visíveis em latitudes mais baixas do que o normal.

A mancha solar que produziu essa explosão, nomeada AR3076, é um pouco incomum, pois sua polaridade é o inverso de cerca de 97% das outras manchas solares.

 

Foto destaque: A mancha solar que produziu essa explosão é um pouco incomum. Reprodução/NASA.

 

Deixe um comentário

Lorena Bueri CEO, Lorena Bueri, madrinha perola negra lorena bueri, lorena power couple, lorena bueri paparazzi, Lorena R7, Lorena Bueri Revista Sexy, Lorena A Fazenda, Lorena afazenda, lorena bueri sensual, lorena gata do paulistão, lorena bueri gata do paulistão, lorena sexy, diego cristo, diego a fazenda, diego cristo afazendo