Cinema/TV

Estrelado por Sophie Charlote, filme de Gal Costa será lançado em 2023

Dirigido por Dandara Ferreira e Lô Politi, “Meu Nome É Gal”,  mostrará a juventude da cantora entre 1967 e 1971. Além de Sophie, o elenco conta com Rodrigo Lelis, Dan Ferreira e Camila Márdila.

3 min de leitura
10 Nov 2022 - 14h48 | Atualizado em 10 Nov 2022 - 14h48

Uma homenagem a Gal Costa, lenda da música brasileira, está sendo desenvolvido para ser lançado em 2023. Apesar da morte da cantora na tarde desta quarta-feira (09), o longa já estava sendo produzido desde o primeiro trimestre pelas diretoras Dandara Ferreira e Lô Politi. Na trama, quem irá interpretar Gal será a atriz Sophie Charlotte.

Intitulado “Meu Nome É Gal”,  a obra terá como foco a vida pessoal da cantora, principalmente em sua juventude, quando criada por sua mãe, sua maior incentivadora. A trama mostrará como foi a mudança de Salvador para o Rio de Janeiro com apenas 20 anos, para investir pesado na carreira musical. O filme irá se ambientar entre 1967 a 1971, período o qual Gal gravou seu primeiro álbum e estreou seu show “Fa-tal”.

Em entrevista ao jornal O Globo, Lô Politi revela o quão relevante a cantora foi no cenário nacional, além de destacar a importância de uma trama de uma mulher ser dirigida e produzida por pessoas do mesmo sexo.

“A gente fala que esse filme é quando a Gal sai da bolha. É quando aquela menina com uma timidez muito forte se torna a mulher do ‘Fa-tal’. Tudo acontece num período muito curto, de quatro anos. A Gal transforma uma geração de mulheres, com uma revolução comportamental que começa no Rio e se espalha pelo Brasil. É de bom tom que filmes sobre mulheres sejam dirigidos por mulheres, mas nesse caso ainda mais. A Gal tem uma coisa que reflete o comportamento de todas nós”, revelou.

Ainda no início do ano, Sophie Charlote comentou sobre a possibilidade de interpretar a cantora, além de contar como foi seu processo de aprendizado descobrindo mais sobre Gal.

“É um grande privilégio interpretar Gal no cinema. Eu me sinto vivendo um verdadeiro sonho. Tive bastante tempo para ir desfolhando as camadas dessa mulher extraordinária. Meu processo foi de aproximação e reverência”, revelou.

Nesta quinta-feira (10), Sophie Charlotte participou do programa "Encontro com Patrícia Poeta", da Rede Globo, e acabou se emocionando e caindo as lágrimas quando comentou acerca de sua relação com a falecida artista.

“Esse filme foi todo por ela e pra ela. Pra ela ver ela curtir, para o Brasil poder reverenciar um pouquinho esse pedaço da vida que não está tão registrado em imagem. Queria tanto que ela tivesse visto”, revelou Sophie Charlotte.

Apesar da enorme perda, o legado e a importância que a cantora representa entre os brasileiros jamais será esquecido, na opinião da atriz. “É difícil e ao mesmo tempo a gente tem que enaltecer e carregar essa bandeira com pensamento na família. É lembrar e reverência-lá  e colocá-la no pedestal mais alto, no lugar mais bonito do nosso imaginário brasileiro.”

Diversos fãs também se emocionaram nas redes sociais. Confira:


Tweet de um fã emocionado. (Reprodução/Twitter)


“Meu Nome É Gal” também terá um elenco de peso, e além de de Sophie Charlote, os atores escalados para o longa são: Rodrigo Lelis intepretando Caetano Veloso, Dan Ferreira na pele de Gilberto Gil, Camila Márdila como Dedé Gadelha, George Sauma como Waly Salomão, Barroso como Jards Macalé, e Luis Lobianco como o empresário Guilherme Araújo.

Foto destaque: Gal Costa e Sophie Charlote. Reprodução/Instagram

Deixe um comentário

Lorena Bueri CEO, Lorena Bueri, madrinha perola negra lorena bueri, lorena power couple, lorena bueri paparazzi, Lorena R7, Lorena Bueri Revista Sexy, Lorena A Fazenda, Lorena afazenda, lorena bueri sensual, lorena gata do paulistão, lorena bueri gata do paulistão, lorena sexy, diego cristo, diego a fazenda, diego cristo afazendo