Money

Entenda por que o ouro pode perder o papel de proteção contra inflação

Por conta da queda o ouro tem sido uma incógnita sobre ainda ser uma proteção contra a inflação, a curto prazo esse discurso não tem muito resultado, o ouro nesta funciona melhor a longo prazo.

3 min de leitura
12 Out 2021 - 13h56 | Atulizado em 12 Out 2021 - 13h56

Deixando de ser considerado uma proteção contra a inflação o ouro caminha para a maior queda anual desde 2015, ao longo de décadas o metal tem sido um bom investimento para a aceleração da inflação porém é atingido de uma forma direta pelos juros fazendo com que os bancos centrais aumentem as taxas e reduzam os estimulos.

De acordo com Wayne Gordon, diretor executivo de commodities e câmbio na UBS Global Wealth Management. “O ouro no curto prazo não é uma boa proteção contra a inflação, ao contrário da crença popular. A longo prazo, se sai melhor”, fisse Wayne.

Portanto, não vemos um desempenho superior, a menos que o crescimento desaponte e haja um risco mais amplo, o que leva a uma reversão das tendências de política monetária", continuou.


  Foto: Gráfico de aumento da inflação. Reprodução/Pixabay


Em 1970, houve uma desaceleração do crescimento e aumento dos preços do metal, ficando conhecido como estagflação e desta vez, os investidores estavam possivelmente diante deste acontecimento novamente. “A estagflação forçaria uma rotação macro saindo de ativos de reflação típicos ou commodities, como petróleo e cobre, para o setor (de metal) precioso”, disse Nicky Shiels, chefe do grupo de estratégia de metais na MKS (Suíça). Porém a nesta quinta-feira (7), foi descartada a idéia de estagflação.

https://lorena.r7.com/post/Gremio-anuncia-saida-de-Felipao-apos-derrota-para-o-Santos

https://lorena.r7.com/post/Filmes-que-fazem-a-gente-querer-voltar-a-ser-crianca

https://lorena.r7.com/post/Primeira-vacina-contra-malaria-e-aprovada-pela-OMS

O ouro acumula baixa de cerca de 15% na esteira da disparada do dólar e com o aumento dos rendimentos dos títulos, o que reduz o apelo do metal, porém a queda dos preços pode ser uma oportunidade de compra e investimento pra quem ainda acredita no ouro como proteção a inflação.

A questão da inflação não é apenas sobre a intensidade que irá ocorrer ou o impacto que irá causar mas também uma questão de quando. De acordo com o diretor da Commtrendz Risk Management Services, Gnanasekar Thiagarajan além do ouro é necessário também investir na prata: “Portanto investir em ouro e prata é o mais ideal, porque o ouro é uma proteção inflacionária e a prata tende a se valorizar muito mais quando o ouro começa a subir

 

Foto destaque: Barras de ouro. Reprodução/Pixabay

Deixe um comentário