Esportes

Entenda o impacto social de Bill Russell na luta contra o racismo

A influência de Bill Russell foi muito além de sua habilidade com a bola laranja dentro das quadras. Do lado de fora, Russel foi responsável por um grande impacto social na luta contra o racismo.

3 min de leitura
01 Ago 2022 - 13h27 | Atualizado em 01 Ago 2022 - 13h27

Bill Russell faleceu neste domingo (31), aos 88 anos. Sendo 11 vezes campeão da NBA, Bill é considerado um dos maiores astros da maior liga de basquete do mundo. 

No entanto, sua importância vai muito além de suas habilidades com a bola de basquete. Fora da quadra, Russel foi renomado socialmente.

O talento de Bill Russell, para muitos, era memorável. O pivô fez sucesso e foi o rosto principal de uma das maiores dinastias já vistas na história esportiva dos Estados Unidos.

Como jogador, o atleta mantém a maior marca da NBA, conquistando 11 títulos, sendo eles: 1957, 1959 a 1966, 1968 e 1969. Além disso, o maior astro do Boston Celtics, também é dono de 5 MVPs, ficando em segundo lugar, ao lado de Michael Jordan, como maior vencedor do prêmio. Em primeiro está Kareem Abdul-Jabbar, que venceu seis vezes o prêmio de jogador mais valioso da NBA.


Bill Russell, atuando pelo Boston Celtics. (Foto: Reprodução/Raphael/Getty Images.)


Além de receber o título de um dos maiores jogadores que esse esporte já viu, em seus últimos dois títulos (1968 e 1969), Bill Russell dividiu a atuação em quadra também com a função de treinador, se tornando multicampeão também como técnico.

O ex-pivô teve um papel relevante para o desenvolvimento do basquete americano, tanto que batizou o troféu de MVP das finais da NBA. Troféu esse que o astro era responsável por entregar ao vencedor, exceto pelos últimos anos de pandemia, sendo dado até os dias de hoje. 

Além dos títulos e dos prêmios de MVP, Russel foi 12 vezes selecionado para o All-Star Game e 11 vezes para a seleção da temporada. 

Ao fazer história com a camisa do Celtics, a franquia aposentou o número 6 quando o jogador deixou as quadras. O astro do time de Boston liderou a liga em rebotes por quatro temporadas e esteve presente em todas as listas de maiores da história da NBA, feitas nos aniversários de 25, 50 e 75 anos da liga. 

Impacto social de Bill Russell dentro e fora das quadras:

A influência de William Felton Russell foi muito mais do que seus feitos com a bola laranja dentro de quadra, ele também impactou socialmente todos ao seu redor. Ainda enquanto jogador Bill Russell foi um dos principais nomes na liderança da NBA, na luta pelos direitos civis dos negros nos Estados Unidos. 

Russel organizou um protesto no ano de 1961, onde os jogadores negros do Boston Celtics não entraram em quadra, após sofrerem racismo no café do Hotel Phoenix na cidade de St. Louis, no Missouri, onde estavam hospedados.

Os jogadores negros do time adversário, St. Louis Hawks, também aderiram ao protesto de Bill e apenas os brancos, em ambas as equipes, entraram em quadra naquela partida.

Seguidor de Martin Luther King, Bill Russell participou da marcha pelos direitos civis nos Estados Unidos, realizada em Washington, no ano de 1963. Além disso, foi um dos poucos atletas a se manifestar em solidariedade a Muhammad Ali, boxeador que foi preso e proibido de lutar por ter se recusado a se alistar ao exército para lutar na Guerra do Vietnã. 

Em 2011, o então presidente dos Estados Unidos, Barack Obama entregou a Bill Russell a Medalha Presidencial da Liberdade, a maior condecoração cívil que um estadunidense pode receber.


Bill Russell se posiciona contra Donald Trump. (Foto: Reprodução/Twitter.)


Cinco anos atrás, Bill usou suas redes sociais para se posicionar contra as falas de Donald Trump, ex-presidente dos EUA. Trump criticava os atletas que se ajoelhavam durante o hino nacional do país. Acontece que o ato era um protesto pacífico contra a violência policial contra os negros. Em sua publicação, Russel disse ter orgulho de se ajoelhar, para ficar de pé contra a injustiça social. 

Foto Destaque: Bill Russell sendo condecorado pelo presidente Barack Obama. Reprodução/Chip Somodevilla/Getty Images.

Deixe um comentário

Lorena Bueri CEO, Lorena Bueri, madrinha perola negra lorena bueri, lorena power couple, lorena bueri paparazzi, Lorena R7, Lorena Bueri Revista Sexy, Lorena A Fazenda, Lorena afazenda, lorena bueri sensual, lorena gata do paulistão, lorena bueri gata do paulistão, lorena sexy, diego cristo, diego a fazenda, diego cristo afazendo