Saúde

Entenda como a beterraba pode melhorar o desempenho atlético e a saúde geral

As beterrabas são um tipo de vegetal que, além de dar cor ao prato, são altamente nutritivas e cheias de vitaminas essenciais, minerais e compostos vegetais, muitos dos quais têm propriedades medicinais.

3 min de leitura
10 Ago 2022 - 17h00 | Atualizado em 10 Ago 2022 - 17h00

A beterraba não é necessariamente um alimento básico na dieta de muitas pessoas, mas provavelmente deveria ser. Esses vegetais de raiz exclusivos podem oferecer uma ampla gama de benefícios para a saúde, desde a redução da pressão arterial até a melhoria do desempenho atlético. Eles também contêm uma variedade de nutrientes e compostos que se não encontra em muitos outros alimentos.

A nutróloga Camille Skoda, profissional da Cleveland Clinic nos EUA, comentou a respeito do vegetal. "Eles são uma das poucas frutas ou vegetais que têm essa cor vermelho-púrpura profunda, que fornece um conjunto de diferentes nutrientes e antioxidantes do qual você não obterá a partir de produtos de outras cores", disse. E, de acordo com nutricionistas, com a preparação certa, a beterraba pode ser surpreendentemente deliciosa.

São alguns motivos pelos quais o alimento deve ser incluído no programa nutricional das pessoas:

  • Auxílio na perda de peso: quando se está tentando perder peso, pode ser muito benéfico comer alimentos que deem a sensação de saciedade e evitem que se coma demais. A beterraba tem valor relativamente baixo em calorias e contém uma quantidade decente de proteína para um vegetal de raiz, o que a torna uma escolha saudável para alguém que tenta perder peso;
  • Melhorar o desempenho atlético: os nitratos encontrados na beterraba também podem melhorar o desempenho atlético, devido ao efeito que eles têm sobre as mitocôndrias, a parte da célula que produz energia. Um pequeno estudo de 2016 descobriu que o concentrado de beterraba rico em betalaína pode melhorar o desempenho em corredores competitivos. Aqueles que consumiram o concentrado tiveram uma taxa menor de esforço percebido do que aqueles que tiveram um placebo. Eles também tiveram um menor aumento na lactato desidrogenase, que é um marcador de dano muscular. Outro pequeno estudo de 2019 descobriu que os nitratos do suco de beterraba reduziram a fadiga muscular;
  • Possibilidade de baixar a pressão arterial: a beterraba contém nitratos, que o corpo converte em óxido nítrico. O óxido nítrico é um vasodilatador que relaxa e amplia os vasos sanguíneos, o que pode reduzir a pressão arterial;

A beterraba pode auxiliar no desempenho atlético. (Foto/Reprodução/CDN)


  • Combater a inflamação: a cor vermelha escura da beterraba é causada pela betalaína, um fitonutriente produzido por plantas que tem propriedades antioxidantes e anti-inflamatórias porque pode suprimir a enzima cicloxigenase-2 (COX-2), que está associada à inflamação. A inflamação crônica pode causar danos ao tecido saudável e aumentar o risco de problemas de saúde em longo prazo, como doenças cardíacas, câncer, diabete e Alzheimer;
  • Ajudar a digestão: o alto teor de fibras também auxilia o processo digestivo, ajudando a ter movimentos intestinais normais e aumentando as fezes, tornando menos provável que se tenha constipação. Uma meta-análise de cinco estudos diferentes em 2012 confirmou que a fibra pode aumentar a frequência de fezes e, além disso, ajudar a prevenir condições digestivas, como câncer de cólon, doença do refluxo gastresofágico e diverticulite;
  • Apoiar a saúde cerebral: bem como podem baixar a pressão arterial, as beterrabas também podem diminuir o risco de derrame e outros problemas cerebrais. Os nitratos nas beterrabas também podem desempenhar um papel na saúde do cérebro. Um estudo de adultos mais velhos de 2011 descobriu que os nitratos aumentavam o fluxo sanguíneo para regiões importantes do cérebro, como o lobo frontal, que está associado à atenção e à memória de trabalho.

No entanto, tal como acontece com qualquer alimento, o consumo excessivo de beterraba pode levar a alguns problemas de saúde. Os riscos de consumo excessivo incluem:

  • Aumento do risco de cálculos renais: como as beterrabas têm altas taxas do composto oxalato, comê-las demais pode contribuir para a formação de cálculos renais;
  • Coloração da urina: a urina pode ficar rosa ou vermelha. Além disso, as fezes podem ficar descoloridas. A ocorrência, embora incomum, é inofensiva e desaparecerá quando reduzir ou descontinuar a ingestão de beterraba;
  • Piora da gota: caso a pessoa sofra de gota, ela deve evitar a beterraba. O oxalato no vegetal pode causar um aumento no ácido úrico, o que pode piorar a condição.

No caso de não ter certeza se as beterrabas são seguras para comer, ou mesmo se não há certeza de quanto é seguro para se consumir, é recomendado que se consulte um médico da área para aconselhamento e acompanhamento nutricional.

Foto destaque: A beterraba pode ser consumida de várias formas. (Reprodução/Shutterstock)

Deixe um comentário

Lorena Bueri CEO, Lorena Bueri, madrinha perola negra lorena bueri, lorena power couple, lorena bueri paparazzi, Lorena R7, Lorena Bueri Revista Sexy, Lorena A Fazenda, Lorena afazenda, lorena bueri sensual, lorena gata do paulistão, lorena bueri gata do paulistão, lorena sexy, diego cristo, diego a fazenda, diego cristo afazendo