Notícias

Enfermeira é acusada de matar sete bebês no Reino Unido

Acusada e presa no ano de 2020, a enfermeira Lucy Letby é suspeita de ter assassinado sete bebês recém nascidos que estavam sob sua supervisão no Hospital Coutness of Chester, no Reino Unido.

3 min de leitura
11 Out 2022 - 21h40 | Atualizado em 11 Out 2022 - 21h40

O incidente que ocorreu entre 2015 e 2016 no Hospital Coutness of Chester, na Inglaterra voltou a tona nesta semana quando a sentença do julgamento veio a público. A enfermeira Lucy Letby é acusada de ter assassinado sete bebês que estariam sob seus cuidados na unidade neonatal do hospital, sendo eles cinco meninos e duas meninas. 

Segundo as acusações que aconteceram durante o julgamento que se iniciou na última segunda-feira (10), Lucy Letby trabalhava como enfermeira no hospital onde ocorreram os assassinatos, ela passou a ser investigada depois do hospital perceber um aumento no número de mortes de bebês que aparentemente estavam saudáveis. A maioria das mortes que ocorriam, Letby estava de plantão.

Nick Johnson, promotor do caso, apontou Lucy Letby como "uma presença malévola constante", pois na maioria das vezes, bebês que estavam com a saúde fragilizada e que passavam a se recuperar, o estado se deteriorava sem nenhum motivo aparente.  

Segundo Johnson, o hospital não conseguia identificar o motivo de todos as crises seguidas de mortes, então depois de uma análise realizada pela polícia a pedido do hospital, o inquérito concluiu que aquelas crianças haviam sido envenenadas com insulina por alguém que trabalhava no hospital e assim, todos os indícios se voltaram a Lucy, pois todos os casos ocorreram no horário noturno, ao qual a enfermeira estava de plantão e quando ela foi transferida para o horário diurno, os desmaios e as mortes passaram a acontecer no mesmo período.


Lucy Letby é acusada de matar sete bebês (Foto: Reprodução:NHS/UK)


"Essa revisão indicou que, no período entre meados de 2015 e meados de 2016, alguém na unidade neonatal envenenou duas crianças com insulina", disse Johnson ao júri.

De acordo com as acusações, a enfermeira que foi acusada e presa no ano de 2020, teria cometido seu primeiro assassinato no ano de 2015, ao injetar insulina na corrente sanguínea de um bebê prematuro. Segundo relatos feitos para o júri, a Lucy tentou matar outro bebê no dia seguinte ao tentar injetar uma injeção de ar por pelo menos três vezes.  

O julgamento que se iniciou ontem, ainda deve durar algumas semanas antes da sentença ser proferida. A enfermeira se declara inocente a respeito das acusações. 

Foto Destaque: Lucy Letby. Reprodução: Sky News.

 

Deixe um comentário

Lorena Bueri CEO, Lorena Bueri, madrinha perola negra lorena bueri, lorena power couple, lorena bueri paparazzi, Lorena R7, Lorena Bueri Revista Sexy, Lorena A Fazenda, Lorena afazenda, lorena bueri sensual, lorena gata do paulistão, lorena bueri gata do paulistão, lorena sexy, diego cristo, diego a fazenda, diego cristo afazendo