Notícias

Empresário João Pedro Marques analisa o mercado de produtos veganos

Crescendo no Brasil e no mundo, João Pedro Marques dá dicas de porquê investir no mercado vegano.

3 min de leitura
12 Nov 2022 - 13h29 | Atualizado em 12 Nov 2022 - 13h29

O mercado vegano cresce cada dia mais, segundo pesquisa realizada pelo Ibope Inteligência, em 2018, 14% da população se declarava vegetariana. Segundo pesquisas realizadas na internet, o termo “vegano” teve um crescimento de 300% durante os anos de 2016 a 2021. Isso mostra que o mercado está aquecido e promete ser uma das principais tendências para se investir.

João Pedro Marques, empresário e investidor, explica o porquê de investir na área. Segundo ele, as pessoas estão cada vez mais preocupadas com o futuro do planeta e temem os impactos ambientais. Diante dessa preocupação, empresas veganas ganham mais reconhecimento do público. Produtos veganos tem geram um grande marketing, já que eles remetem a preocupação ambiental e com a saúde de seus usuários.


(Imagem/Reprodução: Instagram)


“Existem uma série de vantagens que as empresas veganas desfrutam quando se trata de marketing. Em primeiro lugar, elas são capazes de explorar o crescente mercado vegano, que se estima ser de entre 80 e 200 milhões de pessoas no mundo, e que tem crescido vertiginosamente. Por exemplo, nos Estados Unidos, segundo um estudo recente, realizado pela empresa de pesquisa de mercado, o número de veganos aumentou uns impressionantes 3000% entre 2004 e 2019, passando de 290 mil para quase 10 milhões de pessoas.

Esse mesmo estudo mostrou que os consumidores veganos são alguns dos mais fiéis à marca e, portanto, as marcas veganas têm acesso a uma base de clientes grande e leal para quem promover os seus produtos.

Em segundo lugar, as empresas veganas são frequentemente vistas como mais éticas e responsáveis do que suas competidoras não veganas. Isso pode ajudar a atrair clientes que desejam comprar de empresas que se alinham com esses valores e, também, diferenciar os produtos dessas marcas dos produtos dos seus competidores e ajudar a justificar preços mais elevados.

Finalmente, as empresas veganas geralmente recebem uma cobertura positiva nos mídia. À medida que o veganismo se tem tornado mais popular, os meios de comunicação estão cada vez mais interessados em cobrir empresas e produtos veganos. Muitos jornalistas e influencers estão se tornando, eles mesmos, veganos.”

É pensando nisso que diversas artistas mundiais e brasileiras, estão investindo na criação de marcas de maquiagens veganas, onde os produtos não passam por testagem em animais. Ariana Grande é um exemplo de sucesso, a cantora é dona da marca de maquiagens “r.e.m Beauty”, que fornece produtos, como rímel, delineadores, mascaras e bases. Já no Brasil, Claudia Leitte lançou a “Yon”, marca de Biocosméticos veganos, que visa alinhar, tecnologia e natureza.

 

Foto Destaque: João Pedro Marques. Imagem/Reprodução: Instagram

Deixe um comentário

Lorena Bueri CEO, Lorena Bueri, madrinha perola negra lorena bueri, lorena power couple, lorena bueri paparazzi, Lorena R7, Lorena Bueri Revista Sexy, Lorena A Fazenda, Lorena afazenda, lorena bueri sensual, lorena gata do paulistão, lorena bueri gata do paulistão, lorena sexy, diego cristo, diego a fazenda, diego cristo afazendo