Notícias

Emenda proíbe monetização de conteúdos criados por vereadores do estado do RJ

Câmara de deputados do Rio de Janeiro veta criação de conteúdo monetizado para redes sociais. O ex-PM e vereador Gabriel Monteiro teria margem de lucro de 400 mil por mês

3 min de leitura
04 Mai 2022 - 22h45 | Atualizado em 04 Mai 2022 - 22h45

Na sessão da câmara dos deputados desta quarta-feira (4), foi vetado que vereadores do estado do Rio de Janeiro, produzam vídeos monetizados para o YouTube. A lei orgânica municipal (38/2022) que determina o veto, menciona: "que tenham por objeto o exercício da função pública, ou que tenham sido produzidos com emprego de recursos públicos". A lei foi aprovada de forma unânime pelos parlamentares cariocas.

Todo o tema foi levantado por conta de toda repercussão que o caso de Gabriel Monteiro rendeu. O ex-PM e Youtuber produzia vídeos diversos, como operações, entrevistas, fiscalizações etc. Gabriel Monteiro recebia cerca de 400 mil reais por mês com a produção desse vídeo, valor esse sendo muito maior que os subsídios da Câmera do Rio de Janeiro (R$ 14.346,73). Gabriel Monteiro é acusado de várias fraudes em suas filmagens, seja em suas operações, fiscalizações e até mesmo em entrevistas.


Conta no YouTube (Foto Reprodução: Diario do Rio)


O deputado também é investigado por suspeitas de abuso sexual e estupro de menor de idade, além de inúmeros vídeos de relações sexuais com outras mulheres que tinha se relacionado, além de uma suposta quebra de decorro, onde usava assessores do gabinete do RJ para benefício próprio, foram feitas várias denúncias aos parlamentares. 

O vereador Tarcísio Motta (PSOL), esclareceu que a emenda da Lei Orgânica, não priva o papel de fiscalização em vídeos ou documentários, mas sim o ganho em cima de conteúdos produzidos para benefício monetário próprio: "A lei precisa se adequar aos novos tempos. Precisamos vedar o benefício pessoal pelo uso do mandato público. Vereador não é youtuber. Vereador é parlamentar e recebe aquilo que está estipulado na lei", concluído em seu pronunciamento.

A sessão da Câmara contou com cerca de trinta e cinco vereadores, sendo alguns deles: Tarcísio Motta (PSOL), Paulo Pinheiro (PSOL),  Lindbergh Farias (PT), Átila A. Nunes (PSD), Pedro Duarte (Novo), todos os vereadores que participaram da votação aprovaram a Emenda.

 

 

Foto Destaque: Vereador Gabriel Monteiro. Reprodução/ Brenno Carvalho/ Agência O Globo.

Deixe um comentário

Lorena Bueri CEO, Lorena Bueri, madrinha perola negra lorena bueri, lorena power couple, lorena bueri paparazzi, Lorena R7, Lorena Bueri Revista Sexy, Lorena A Fazenda, Lorena afazenda, lorena bueri sensual, lorena gata do paulistão, lorena bueri gata do paulistão, lorena sexy, diego cristo, diego a fazenda, diego cristo afazendo