Esportes

Em evento, presidente da CBF irá oferecer proposta de combate ao racismo no futebol

Presidente quer dar um passo além no combate à discriminação e a violência no futebol brasileiro com medida de perda de pontos para equipes se registrados casos em que torcidas cometerem atos de racismo.

3 min de leitura
23 Ago 2022 - 22h20 | Atualizado em 23 Ago 2022 - 22h20

O presidente da CBF, Ednaldo Rodrigues, vai propor que a partir de 2023 clubes sejam punidos caso seus torcedores demonstrem comportamentos racistas em estádios pelo país. Vale lembrar que nem sempre essas atitudes são combatidas por todos os praticantes, amantes e dirigentes. Portanto, se alguma medida com esse teor for aplicada seria histórico para o combate ao racismo e à violência no futebol.

A ideia terá que ser encaminhada por Ednaldo ao Conselho Técnico do Campeonato Brasileiro, integrado pelos clubes participantes do ano que vem. Na próxima quarta-feira (24), a CBF organizará o primeiro Seminário de Combate ao Racismo e a Violência no Futebol, no Rio de Janeiro. O evento contará com a presença de Gilberto Gil, cantor e membro da Academia Brasileira de Letras, como convidado de honra. Alejandro Domínguez, presidente da Conmebol, e Rodrigo Pacheco, presidente do Senado, também foram convidados e discursarão na abertura.

O Observatório da Discriminação Racial no Futebol aproveitará a ocasião para apresentar a edição de 2021 de seu relatório e pretende enaltecer o crescimento no número de casos no futebol. Ednaldo Rodrigues afirmou em entrevista ao GE que o evento será importante para divulgar e colocar em prática diversas ações de conscientização do torcedor nos estádios.


Póster da mais antiga campanha contra o racismo em estádios de clubes brasileiros. (Foto: Reprodução/Twitter CBF) 


O presidente também revelou que a entidade fará uma parceria com o Observatório para amenizar os problemas financeiros e auxilia-los na pesquisa por um tempo considerativo. Não só torcedores, mas também atletas estarão na pauta do evento que buscará alternativas para encarar a discriminação aos poucos.

O seminário durará praticamente o dia inteiro e será dividido em seis blocos de apresentações. Cada um deles terá um mediador e convidados palestrantes de acordo com a temática. Veja a programação divulgada no site da CBF:

08h30 – Welcome Coffee e Credenciamento

9h30 – Apresentação Musical da Camerata Jovem do Rio de Janeiro.

10h – Abertura Institucional

- Gilberto Gil, convidado de Honra

- Ednaldo Rodrigues, Presidente da CBF

- Alejandro Domínguez, Presidente da CONMEBOL

- Rodrigo Pacheco, Presidente do Senado Federal

11h – Combate ao Racismo e à Discriminação

Mediador: Fabiano Machado da Rosa, advogado especialista em compliance antidiscriminatório

- Marcelo Carvalho, Diretor do Observatório da Discriminação Racial do Futebol, e Onã Rudá, fundador do LGBTricolor e do Coletivo de Torcidas Canarinhos LGBTQs

Apresentação do Relatório Anual da Discriminação Racial no Futebol 2021.

- Pavel Klymenko, Assessor de Diversidade e Anti-Discriminação da FIFA:

Melhores Práticas Internacionais de Combate à Discriminação e Promoção da Diversidade.

14h30 – Desenvolvimento da Segurança e Prevenção do Racismo e da Violência

Mediador: Luiz Claudio do Carmo, Presidente da Associação Nacional das Torcidas Organizadas (ANATORG)

- Andrey Reis, Líder de Planejamento e Operações de Segurança da FIFA:

Melhores Práticas Internacionais de Desenvolvimento e Gerenciamento da Segurança.

- Stuart Dykes, CEO da SD Europe e especialista em Relacionamento com as Torcidas da UEFAe Lena Wiberg, Líder de Desenvolvimento e Treinamento da SD Europe:

A implementação do Programa de Agentes de Relacionamento com as Torcidas na UEFA.

16h50 – Cooperação em Segurança e contra o Racismo no Futebol Sul-americano

Mediador: Padre Omar Raposo, reitor do Santuário Cristo Redentor

- Alejandro Moreno, Coordenador de Segurança das Competições CONMEBOL

A Atuação da Gerência de Segurança nas competições CONMEBOL.

- Rodrigo Carnevale, delegado de Polícia Federal e chefe da Interpol Brasil, e Thiago Horta Barbosa, agente da Polícia Federal e especialista do Projeto Stadia da Interpol

Cooperação Internacional em Segurança de Eventos Esportivos.

18h10 – Encerramento

- Ednaldo Rodrigues Gomes, Presidente da CBF.

Foto Destaque: Ednaldo Rodrigues, presidente da CBF. Reprodução: Agencia Brasil EBC.

Deixe um comentário

Lorena Bueri CEO, Lorena Bueri, madrinha perola negra lorena bueri, lorena power couple, lorena bueri paparazzi, Lorena R7, Lorena Bueri Revista Sexy, Lorena A Fazenda, Lorena afazenda, lorena bueri sensual, lorena gata do paulistão, lorena bueri gata do paulistão, lorena sexy, diego cristo, diego a fazenda, diego cristo afazendo