Notícias

Em 2 meses de trabalho, Censo 2022 contabilizou mais de 104 milhões de pessoas em 36,5 milhões de domicílios

Boletim do Censo 2022 registra em pesquisa realizada por todas as regiões brasileiras, maior numero de mulheres no país. Falta de recenseadores pode atrasar conclusão de acordo com o IBGE.

3 min de leitura
03 Out 2022 - 16h00 | Atualizado em 03 Out 2022 - 16h00

Foi divulgado nesta segunda-feira (3), pelo Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE), um novo balanço a respeito do Censo 2022, onde consta que cerca de 104 milhões de pessoas foram contabilizadas em 36,5 milhões de domicílios. De acordo com o boletim, quase metade da população estimada do país (49%) foi recenseada.

A coleta de dados teve início em primeiro de agosto, e o boletim do IBGE leva em consideração os dois meses de pesquisa.

O censo contabilizou a população até o momento, onde 42% estavam na Região Sudeste; 27% no Nordeste; 14,#% no Sul; 8,9% no Norte e 7,8% no Centro-Oeste. Até o fim da pesquisa, os pesquisadores do IBGE identificaram que 48% da população é composta por homens e 52% por mulheres.

Também foram contabilizados 860.358 indígenas (0,82% da população recenseada até o momento) e 740.923 quilombolas (0,71%). Além disso, foi definido conforme o boletim que a grande maioria dos questionários (99,5%)foi respondida presencialmente, e apenas 81,6 mil domicílios optaram por responder à pesquisa pela Internet e 85,3 mil por telefone.


                               

                            Em 2 meses de trabalho, cerca de 104 milhões de pessoas foram entrevistadas (Foto:Reprodução/O Globo)


No entanto, a maior dificuldade do IBGE atualmente é recrutar novos recenseadores. Segundo o instituto, 48% das vagas estão em aberto no país.

“Estamos pensando em novas estratégias e alternativas de recrutamento, a fim de alavancar e melhorar a produtividade nos estados com menor percentual de população recenseada. Em todo o país, o IBGE conta com 95.448 recenseadores em ação, 52,2% do total de vagas disponíveis". Informou Luciano Duarte, gerente técnico do Censo,

O Mato Grosso, é o estado brasileiro com o maior deficit de recenseadores, com 36,8% dos cargos ocupados. Já Sergipe possui a menor defasagem de postos, com 68,8% das vagas preenchidas.

No mês de setembro, foram abertas inscrições para um novo processo seletivo para vagas no Censo 2022. Ao todo, 7.795 vagas de recenseador e 435 de agentes censitários municipais ou supervisores foram oferecidas. A estimativa é que o contrato de trabalho duraria três meses para os recenseadores, com remunerações variáveis, consoante a produtividade do trabalhador.

 

Foto Destaque: Recenseadores do Censo 2022 / Reprodução: A Cidade ON

Deixe um comentário

Lorena Bueri CEO, Lorena Bueri, madrinha perola negra lorena bueri, lorena power couple, lorena bueri paparazzi, Lorena R7, Lorena Bueri Revista Sexy, Lorena A Fazenda, Lorena afazenda, lorena bueri sensual, lorena gata do paulistão, lorena bueri gata do paulistão, lorena sexy, diego cristo, diego a fazenda, diego cristo afazendo