Celebridades

Do desmaio ao coma: entenda a causa da morte de Paulinha Abelha

Internada após um desmaio, Paulinha Abelha acabou entrando em um grau profundo de coma e morreu na noite dessa quarta-feira (23). A vocalista do Calcinha Preta tinha 43 anos.

3 min de leitura
24 Fev 2022 - 19h50 | Atualizado em 24 Fev 2022 - 19h50

A cantora Paulinha Abelha morreu na tarde dessa quarta-feira (23), em Aracaju, depois de 13 dias de internação. Após passar mal durante a turnê da banda Calcinha Preta, ela deu entrada ao hospital com um quadro de problemas renais, no dia 11 de fevereiro. O que começou com um desmaio, acabou terminando com um coma e a morte de Paulinha.

No dia 8 de fevereiro, a vocalista concedeu uma entrevista ao podcast ‘’Podpah’’ e comentou ter passado mal pouco tempo antes de começar a gravar. ‘’Eu senti um ‘passamento’, um desmaio. Qualquer coisa, se eu ficar tonta, eu vou ali. Mas comi igual a uma lontra, ontem jantamos um sushi maravilhoso’’, comentou ela.

No dia 11 de fevereiro, ela desmaiou durante uma turnê realizada em São Paulo. Então, foi diagnosticada com problemas renais e ficou internada no Hospital da Unimed de Aracaju. O primeiro boletim médico saiu no domingo (13). Segundo o comunicado, o quadro de Paulinha era estável e ela estava sendo acompanhada por uma ‘’equipe médica especializada’’.


Paulinha Abelha participou de mais de 20 álbuns do Calcinha Preta (Reprodução/Instagram)


Na segunda-feira (14) um novo boletim médico informou que a cantora tinha sido transferida para a Unidade de Terapia Intensiva (UTI). Apesar de ser considerada estável, ela estava realizando exames para ‘’melhor elucidação do quadro’’ e fazendo terapia renal substitutiva (hemodiálise).

Na quarta-feira (16) um novo comunicado informou que ela continuava estável e ‘’sem intercorrências clínicas nas últimas 24 horas’’. Já no dia seguinte (17) foi divulgada a notícia do coma. Segundo o boletim, houve uma ‘’piora clínica nas últimas 12 horas’’ e aconteceria uma transferência hospitalar assim que possível, já que o quadro de Paulinha era de ‘’instabilidade neurológica’’. Ela começou a ser acompanhada por um médico que foi de São Paulo para Aracaju.

Na sexta-feira (18) o boletim dizia que a cantora continuava em coma, mas clinicamente estável. Ainda segundo o comunicado, ela estava com quadro infeccioso controlado e respirando com ajuda de aparelhos. No sábado (19) dois boletins foram emitidos: o primeiro descartava a possibilidade de ela ter contraído Covid-19; já o segundo afirmou que Paulinha continuava respirando com a ajuda de aparelhos.


Nascida em Simão Dias, pequena cidade de Sergipe, Paulinha começou sua carreira aos 12 anos cantando em trios elétricos (Reprodução/Instagram)


No domingo (20) o boletim informava que ela continuava com ‘’quadro neurológico grave’’, mas estável. Ainda nesse mesmo dia, a integrante da banda Calcinha Preta recebeu a visita de Bell Olliver, seu colega. O boletim seguinte indicou uma piora no quadro da cantora, que passou para ‘’grave’’.

Na segunda-feira (21) os médicos começaram uma investigação para descobrir o que tinha feito o quadro de Paulinha piorar. Na terça-feira (22) foi informado que ela continuava em coma, necessitava de aparelhos para respirar e fazia hemodiálise para ajuste das funções dos rins.


Nota emitida pelos médicos do Hospital Primavera, informando a morte de Paulinha (Reprodução/Instagram)


Ainda na terça, os médicos do Hospital Primavera - onde ela estava internada - concederam uma entrevista coletiva na parte da tarde. No momento, eles explicaram que a artista estava no grau mais profundo do coma. Ao serem questionados sobre o uso de remédios para emagrecer feito por Paulinha, os profissionais disseram que investigavam a possibilidade de ela ter sofrido uma intoxicação medicamentosa.

O último boletim dessa quarta-feira (23) informava que a cantora fazia hemodiálise e respirava com ajuda de aparelhos. Horas depois, por volta das 19h, o perfil da banda Calcinha Preta anunciou a morte de Paulinha em função ‘’de um quadro de comprometimento multissistêmico’’. Após os médicos fazerem exames neurológicos, foi confirmado o diagnóstico de morte encefálica.

 

Foto destaque: Paulinha Abelha. Reprodução/Instagram

Deixe um comentário

Lorena Bueri CEO, Lorena Bueri, madrinha perola negra lorena bueri, lorena power couple, lorena bueri paparazzi, Lorena R7, Lorena Bueri Revista Sexy, Lorena A Fazenda, Lorena afazenda, lorena bueri sensual, lorena gata do paulistão, lorena bueri gata do paulistão, lorena sexy, diego cristo, diego a fazenda, diego cristo afazendo