Saúde

Depressão: entenda como costumes diários podem influenciar em casos da doença

Embora a depressão seja comum, cada caso é diferente e precisa ser observado de forma distinta. No entanto, vários problemas de estilo de vida podem atrapalhar a identificação da condição e o seu tratamento.

3 min de leitura
04 Jul 2022 - 16h44 | Atualizado em 04 Jul 2022 - 16h44

As pessoas que vivem com depressão ou transtorno bipolar podem compartilhar padrões comportamentais semelhantes e evitar certas tarefas diárias, incluindo as coisas que são boas para elas. Há alguns dias em que a pessoa simplesmente pode não ter energia para tomar banho e outros dias em que os pratos continuam se acumulando, por exemplo.

Muitas dessas pessoas possuem uma rotina que é cumprida todos os dias. Esses costumes diários ajudam a permanecer no caminho certo e impedem de esquecer itens e eventos, mas às vezes essas rotinas podem levar a maus hábitos de saúde mental. O que pode parecer uma tarefa diária inócua pode realmente estar aumentando a ansiedade ou depressão.

Seja uma reunião de negócios ruim que aconteceu naquela manhã ou uma situação triste que ocorreu na infância, pensar constantemente sobre esses eventos estressantes não os mudará e só levará a um aumento das sensações negativas. Em vez de ficar preso na espiral descendente de pensamentos tóxicos, o ideal é tentar encontrar soluções para o problema ou formas alternativas de reagir às situações.

Às vezes, desabafar é bom e pode ajudar a aliviar o estresse, mas também se deve ter cuidado ao exacerbar o problema e deixá-lo ainda pior. Caso a pessoa tenha alguém por perto que vai amplificar os maus sentimentos, essa não é uma maneira produtiva de lidar com uma situação.


Consultar-se com um especialista é fundamental quando se tem sintomas de depressão. (Foto: Reprodução/RCCA)


Queixar-se constantemente é também um daqueles maus hábitos de saúde mental que têm um efeito horrível nas pessoas. Podem ser encontradas tantas coisas pelas quais alguém pode ser grato. É primordial concentrar-se nessa gratidão a fim de viver mais plenamente e feliz.

A alimentação também é um fator determinante em relação ao estado mental. É importante evitar carboidratos simples, açúcares refinados e alimentos processados e optar pelas frutas e pelos legumes frescos, grãos integrais e carnes magras. Além disso, tentar comer localmente e sazonalmente pode ajudar. O consumo excessivo de cafeína pode causar problemas físicos como palpitações cardíacas, tonturas e emocionalmente tornar a pessoa mais ansiosa.

Os hábitos diários de quando e como se come também terá um enorme impacto na saúde física e mental do ser humano. O indicado é não pular refeições e, inversamente, não comer demais. Comer pequenas refeições a cada três horas é o mais recomendado, evidentemente sob supervisão dos profissionais de saúde da área.

A psicoterapia com ou sem medicação antidepressiva é frequentemente considerada o tratamento de primeira linha para pessoas com depressão. Conversar com um médico ou um terapeuta sobre os sintomas é fundamental a fim de descobrir se o tratamento psicoterapêutico – como a terapia cognitivo-comportamental (TCC), que ajuda a aprender como identificar e alterar os padrões de pensamento negativos que afetam seus comportamentos – é o mais recomendado.

Foto destaque: Pensamentos negativos podem piorar casos de depressão. Reprodução/HG

Deixe um comentário

Lorena Bueri CEO, Lorena Bueri, madrinha perola negra lorena bueri, lorena power couple, lorena bueri paparazzi, Lorena R7, Lorena Bueri Revista Sexy, Lorena A Fazenda, Lorena afazenda, lorena bueri sensual, lorena gata do paulistão, lorena bueri gata do paulistão, lorena sexy, diego cristo, diego a fazenda, diego cristo afazendo