Notícias

Coroa de Santo Eduardo será modificada para o rei Charles III

A monarquia britânica comunicou que para a coroação na Abadia de Westminster, a coroa de ouro maciço, rubis, ametistas, safiras, granadas, topázios e turmalinas terá algumas mudanças. 

3 min de leitura
05 Dez 2022 - 13h30 | Atualizado em 05 Dez 2022 - 13h30

A monarquia britânica comunicou que para a coroação na Abadia de Westminster, a coroa de ouro maciço, rubis, ametistas, safiras, granadas, topázios e turmalinas terá algumas mudanças. 

A Coroa de Santo Eduardo, a peça central das joias da coroa britânica, foi removida da Torre de Londres para reforma após a coroação do rei Carlos III, anunciou o Palácio de Buckingham no sábado. 

O diadema de ouro maciço, cravejado de rubis, ametistas, safiras, granadas, topázios e turmalinas, passará por "trabalhos de reconstrução" na coroação de Carlos III na Abadia de Westminster, marcada para 6 de maio. 

Essa é a peça central das Jóias da Coroa Britânica e a coleção está exposta na Torre de Londres, atraindo mais de um milhão de visitantes por ano. A coroa tem um solidéu de veludo roxo e um cinto de vison, e tem pouco mais de 30 centímetros de altura. 

Ela foi usado pela última vez na coroação da rainha Elizabeth II em 1953. Charles III, 74, será coroado ao lado de sua esposa, a rainha Camilla. O dia 8 de maio foi declarado feriado nacional.


Foto: O rei Charles III (reprodução/Palácio de Buckingham)


A peça foi feita para o rei Carlos II em 1661 para substituir uma coroa medieval que se acredita remontar a Eduardo, o Confessor, e foi derretida por representantes britânicos em 1649 após a execução de Carlos I. 

Por centenas de anos, a tiara foi usada apenas para coroações por ser muito pesada. Foi alterado para ser mais leve na coroação de George V em 1911, mas ainda pesa 2,23 kg. Charles III usou apenas para sua coroação.

A Coroa Imperial mais moderna é usada na cabeça do novo rei quando ele deixa a Abadia de Westminster e também é usada em ocasiões como a abertura do Parlamento. Cravejada com mais de 2.000 diamantes, a Coroa Imperial foi criada em 1937 para a coroação do pai de Elizabeth, o rei George VI.

A coroação de um novo monarca não ocorre imediatamente após a morte do monarca anterior para permitir um período de luto e a organização de cerimônias complexas. 

Isso nada tem relação com a proclamação, que, no caso de Carlos III,  emitida em 10 de setembro, dois dias após a morte de sua mãe. E preocupado com a percepção do público, há rumores de que o novo rei pediu uma cerimônia menos luxuosa do que a celebração de 1953 para a rainha Elizabeth II.

 

Foto destaque: A coroa de Santo Eduardo (Divulgação/Palácio de Buckingham )

Deixe um comentário

Lorena Bueri CEO, Lorena Bueri, madrinha perola negra lorena bueri, lorena power couple, lorena bueri paparazzi, Lorena R7, Lorena Bueri Revista Sexy, Lorena A Fazenda, Lorena afazenda, lorena bueri sensual, lorena gata do paulistão, lorena bueri gata do paulistão, lorena sexy, diego cristo, diego a fazenda, diego cristo afazendo