Notícias

Coreias trocam disparos de mísseis em acusações de ‘invasão territorial’

Pela primeira vez, desde a separação dos países asiáticos, mísseis foram trocados e cruzaram o limite de demarcação marítima entre as Coreias. Área é historicamente conhecida por muita tensão.

3 min de leitura
02 Nov 2022 - 20h20 | Atualizado em 02 Nov 2022 - 20h20

Pela primeira vez na história, nesta quarta-feira (2), as Coreias lançaram mísseis ao território vizinho e se acusaram de ‘invasão territorial’.

A Coreia do Norte disparou 23 mísseis de diversos tipos na manhã desta quarta-feira em direção a Coreia do Sul, segundo o Estado-Maior sul-coreano. A capital Seul, acusou a capital da Coreia do Norte Pyongyang de invadir o seu território, que também respondeu com lançamento de mísseis ao território vizinho.

Há uma área de demarcação marítima de território entre os dois países, chamada de Linha do Limite Norte (NLL), local onde existe uma grande tensão entre as Coreias. Um dos projéteis que foram lançados pela Coreia do Norte atingiu este limite. Nunca um míssil balístico havia sido disparado em direção à área.


Pessoas acompanham pela TV as notícias sobre os ataques entre os países. (Foto: Reprodução/Reuters)


De acordo com o presidente sul-coreano, Yoon Suk-Yeol, o míssil vindo do país vizinho que cruzou a fronteira marítima e caiu perto das águas do território sul, constitui como ‘uma invasão territorial’.

Em comunicado, o gabinete do presidente sul-coreano informou através de nota que “constitui de fato uma invasão territorial com um míssil que cruzou a linha de fronteira norte pela primeira vez desde a divisão da península”. Diz a nota.

Segundo a capital sul-coreana, o artefato lançado caiu 26 quilômetros ao sul da NNL, apenas a 57 quilômetros da cidade de Sokcho e a 167 quilômetros de Ulleung. “Em retaliação, as Forças Armadas sul-coreanas de Seul também dispararam mísseis que atingiram ao norte da NLL, alcançando o território norte-coreano” informou Seul.

Poucas horas antes dos lançamentos, a capital norte-coreana, Pyongyang exigiu que os Estados Unidos e a Coreia do Sul parassem com os exercícios militares em larga escala, alegando que “tal provocação e imprudência militar não podem mais ser toleradas”.

De acordo a ‘NHK’, uma rede de notícias públicas do Japão, o governo japonês convocou uma equipe de emergência que é composta por funcionários de ministérios e agências relacionadas ao Centro de Gerenciamento de Crises do Gabinete do Primeiro Ministro.

Nos últimos meses os lançamentos de mísseis por parte da Coreia do Norte têm crescido de uma forma sem precedentes. Só entre os meses de setembro e outubro deste ano, o país efetuou dez disparos em direção a Coreia do Sul.

Foto Destaque: Lançamento de mísseis. Reprodução/Reuters.

Deixe um comentário

Lorena Bueri CEO, Lorena Bueri, madrinha perola negra lorena bueri, lorena power couple, lorena bueri paparazzi, Lorena R7, Lorena Bueri Revista Sexy, Lorena A Fazenda, Lorena afazenda, lorena bueri sensual, lorena gata do paulistão, lorena bueri gata do paulistão, lorena sexy, diego cristo, diego a fazenda, diego cristo afazendo