Notícias

Coordenador da campanha do Partido dos Trabalhadores (PT) defende encontro entre Lula e Jair Bolsonaro

Em entrevista à CNN, Edinho Silva avaliou que reunião ajudaria a “pacificar o país”, gerando “estabilidade política para a posse” do novo presidente. Confira!

3 min de leitura
05 Nov 2022 - 17h00 | Atualizado em 05 Nov 2022 - 17h00

O coordenador-geral da campanha do Partido dos Trabalhadores (PT), que elegeu Luiz Inácio Lula da Silva, tem defendido a realização de um encontro entre o presidente eleito e o atual presidente, Jair Bolsonaro.


Edinho Silva. (Foto: Reprodução/Rede Brasil Atual)
Edinho Silva. (Foto: Reprodução/Rede Brasil Atual)


Na disputa pelo Palácio do Planalto no segundo turno das eleições, realizado no último dia 30 de outubro, Lula foi escolhido por mais de 60 milhões de brasileiros, 50,9% dos votos válidos.


Com pouco mais de 60 milhões de votos, Luiz Inácio Lula da Silva (PT) foi eleito o novo presidente do Brasil. (Foto: Reprodução/Partido dos Trabalhadores)
Com pouco mais de 60 milhões de votos, Luiz Inácio Lula da Silva (PT) foi eleito o novo presidente do Brasil. (Foto: Reprodução/Partido dos Trabalhadores)


Jair Bolsonaro, concorrendo à reeleição pelo Partido Liberal (PL), foi derrotado nas urnas recebendo pouco mais de 58 milhões de votos, cerca de 49,1% dos votos.


Derrotado nas urnas, Jair Bolsonaro obteve 49,1% dos votos válidos. (Foto: Reprodução/Partido Liberal)

Derrotado nas urnas, Jair Bolsonaro obteve 49,1% dos votos válidos. (Foto: Reprodução/Partido Liberal)


Edinho Silva, em entrevista à CNN Brasil, defendeu que um encontro entre os favoritos à Presidência da República nas Eleições 2022 "ajudaria a pacificar o país" e "geraria estabilidade política para a posse" do presidente eleito, em janeiro.

“Nós temos que fazer gestos importantes para baixar a temperatura do país. Esse seria um gesto importante”, concluiu.

Segundo o coordenador da campanha petista, Lula não teria resistência a um eventual encontro. Porém, na avaliação de interlocutores do governo atual, é muito difícil que Jair Bolsonaro se prontifique a participar de um encontro com o presidente eleito.

Ainda de acordo com esses interlocutores, o presidente derrotado nas urnas, em conversas reservadas, vem indicando que deve viajar ao exterior e não pretende participar da cerimônia de posse. Tudo indica que o atual vice-presidente Hamilton Mourão fique responsável por passar a faixa presidencial.


Eleições 2022. (Foto: Reprodução/Tribunal Superior Eleitoral)
Eleições 2022. (Foto: Reprodução/Tribunal Superior Eleitoral)


Contudo, dirigentes petistas não descartam a possibilidade de procurar o ministro da Casa Civil do atual governo, Ciro Nogueira, para avaliar um possível encontro. Ele tem sido o responsável por conduzir o processo de transição entre os governos.

 

 

Foto destaque: Edinho Silva em entrevista coletiva. Reprodução/UOL

Deixe um comentário

Lorena Bueri CEO, Lorena Bueri, madrinha perola negra lorena bueri, lorena power couple, lorena bueri paparazzi, Lorena R7, Lorena Bueri Revista Sexy, Lorena A Fazenda, Lorena afazenda, lorena bueri sensual, lorena gata do paulistão, lorena bueri gata do paulistão, lorena sexy, diego cristo, diego a fazenda, diego cristo afazendo