Money

Com investimento de US$ 700 milhões, Panasonic fabricará nova bateria para os carros da Tesla

A nova bateria da Panasonic poderá acrescentar de 15% a 20% a autonomia dos carros da Tesla. Além de contribuir para que os veículos elétricos se tronem ainda mais atraentes ao público

3 min de leitura
25 Jan 2022 - 21h39 | Atualizado em 25 Jan 2022 - 21h39

Diante da busca por maior autonomia dos veículos elétricos, seja através de carregadores mais potentes ou fabricação de baterias em maior escala, tem caminhado por várias frentes. A Panasonic, empresa japonesa fundada por Konosuke Matsushita em 1918, iniciará a produção de sua nova bateria de íons de lítio para os carros elétricos da montadora Tesla.

O objetivo da empresa, segundo publicações, é disponibilizar as novas baterias no ano de 2023. A empresa pretende investir aproximadamente 80 bilhões de ienes (moeda oficial do Japão), que convertido em dólar tem o valor de US$ 705 milhões para a produção.

A nova bateria é 5 vezes maior que os modelos atuais fabricados pela empresa, contudo sua produção será mais barata e mais econômica. A bateria também proporcionará um tempo maior de autonomia para os automóveis elétricos, podendo chegar a até 20 % a mais. A bateria no formato 4680, 46 mm de largura por 80 mm de altura, foi apresentada em outubro do ano passado.


Bateria Panasonic e CArro elétrico sendo recarregado. (Foto: Reprodução/PPLware.)


“Estamos estudando várias opções para produção em massa, incluindo uma linha de produção de teste que estamos estabelecendo neste ano comercial. No entanto, não temos nada a anunciar neste momento”. Afirmou a Panasonic durante um comunicado à Reuters.

Apesar de ser uma fabricante parceira da Tesla há alguns anos, a Panasonic sinaliza que o mercado para suas novas baterias não será exclusivo para os carros da montadora de Elon Musk. A empresa afirma estar disposta a iniciar conversas com outras montadoras de veículos elétricos.

A fábrica da Panasonic que fica na província de Wakayama, no oeste do Japão, provavelmente será a principal para o desenvolvimento das novas baterias, com produção menor que 10 gigawatts-hora por ano, que seria suficiente para aproximadamente 150.000 carros elétricos, segundo Nikkei Asia.  Os testes nas linhas de montagem devem iniciar nos próximos meses. 

 

Foto destaque: Powered by Panasonic. Reprodução/Plu7.

Deixe um comentário

Lorena Bueri CEO, Lorena Bueri, madrinha perola negra lorena bueri, lorena power couple, lorena bueri paparazzi, Lorena R7, Lorena Bueri Revista Sexy, Lorena A Fazenda, Lorena afazenda, lorena bueri sensual, lorena gata do paulistão, lorena bueri gata do paulistão, lorena sexy, diego cristo, diego a fazenda, diego cristo afazendo