Bem Estar

Cientista dá dicas de como deixar o exercício físico mais fácil

Cientista americana mostra que, para tornar a atividade física mais prazerosa, deve-se concentrar na visão, em algum alvo especifico. Em paralelo, o estado mental psicológico deve estar sempre preparado para a prática

3 min de leitura
21 Jan 2022 - 11h30 | Atualizado em 21 Jan 2022 - 11h30

Nos últimos 20 anos, a cientista comportamental americana Emily Balcetis, membro da New York University (EUA), fez várias pesquisas para descobrir o porquê é tão difícil realizar os objetivos com êxito. "Por que em todo dia 1º de janeiro nós estabelecemos novos objetivos? E muitos desses objetivos, para a maioria das pessoas, estão ligados à saúde e ao condicionamento físico", declara Balcetis.

De acordo com Emily, esse impasse não está conectado à falta de determinação ou incentivo. "O problema não é necessariamente nossa motivação, porque, mesmo quando estamos motivados, nós ainda temos dificuldades.", analisa. Os estudos executados pela cientista mostram que, na maioria das vezes, a resposta não está no corpo ou em alguma parte oculta do cérebro, mas sim na nossa visão. Isso, dado em razão de que muitas pessoas não olham para onde vão.

"Descobrimos que parte do problema é a maneira como olhamos para o mundo à nossa volta - e nós não nos damos conta disso", revela. "Nós não percebemos que nossos olhos, que pensamos estarem nos dizendo a verdade sobre como é o mundo, são na verdade parte do problema de por que não estamos caminhando o suficiente ou não estamos correndo toda a distância que gostaríamos ou estamos abandonando nossos objetivos antes de atingi-los", finaliza.


Mulher praticando crossfit. (Foto: Reprodução/Julia Larson/Pexels)


O resultado da pesquisa, desempenhada por Balcetis, indica que a concentração visual e mental estão ligados entre si na prática do exercício físico. "Ao tornar a atenção visual mais focada e estreita, as pessoas agora pensaram: 'Ah, esse exercício não vai ser tão difícil. Eu acho que eu tenho condição de ir até a linha de chegada rapidamente. Eu acredito em mim mesmo" , afirma.

Segundo a cientista, tudo depende da força da visão sobre a  mente humana. "Essa mudança no foco visual causou uma mudança no foco mental e na autoavaliação das pessoas sobre sua capacidade de concluir o exercício." Ela diz que essa ação pode ser adotada independentemente do porte físico da pessoa, se ela é sedentária ou não. Ademais, Emily exemplifica que atividades como balé e ioga usam essa tática da visão para induzir o corpo a desempenhar atividades exigidas por elas. Já que, da mesma forma, o equilíbrio do corpo não seria possível se não houvesse uma concentração da vista num ponto específico.

Além disso, a cientista afirma que a pressão arterial sistólica é importante para o exercício físico porque representa "um marcador fisiológico do nosso estado mental psicológico". "Quando estamos nos preparando para fazer algo, a pressão sistólica sobe, antecipando o desempenho. Quando começamos a dizer a nós mesmos 'Isto é impossível', a pressão sistólica diminui. Esse indicador fisiológico da prontidão do nosso corpo para se levantar e seguir está se desligando.", diz ela.

Por esse motivo, Emily acredita que desenpenhar um estado mental positivo, cercado de entusiasmo, pode atrair uma energia que facilita e melhora o desempenho físico melhor. Basicamente, tudo o que se precisa fazer é projetar as coisas de uma maneira diferente. Só que para isso funcionar, todavia, é preciso querer se exercitar.

 

Foto destaque: Mulher em atividade física. Reprodução/Andrea Piacquadio/Pexels.

Deixe um comentário

Lorena Bueri CEO, Lorena Bueri, madrinha perola negra lorena bueri, lorena power couple, lorena bueri paparazzi, Lorena R7, Lorena Bueri Revista Sexy, Lorena A Fazenda, Lorena afazenda, lorena bueri sensual, lorena gata do paulistão, lorena bueri gata do paulistão, lorena sexy, diego cristo, diego a fazenda, diego cristo afazendo