Saúde

China anuncia ter encontrado novo vírus de origem animal

China anuncia ter encontrado novo vírus de origem animal. O chamado henipavírus foi detectado em 35 pacientes, sendo que 26 manifestaram sintomas, que entraram em contato com animais

3 min de leitura
10 Ago 2022 - 09h33 | Atualizado em 10 Ago 2022 - 09h33

A China anunciou ter detectado infecção humana causada por um novo tipo de vírus de origem animal. Trata-se de um henipavírus e é uma comorbidade transmitida por morcego frugífero. Detectados por um estudo científico, são 35 casos humanos confirmados nas províncias chinesas de Shandong e Henan. A imprensa estatal do país informou que nenhum dos casos é grave. 

Conforme informações do site “Globo Rural”, os sintomas da enfermidade são: tosse, febre, cansaço, perda de apetite, dores de cabeça, musculares, irritabilidade e náuseas. Cientistas da China e Singapura publicaram no 'New England Journal of Medicine' que a descoberta do vírus ocorreu através de amostras da saliva de pacientes que tiveram contato recente direto com animais. Outra informação passada pelos pesquisadores é que 26 dos 35 portadores manifestaram sintomas.


(Foto:Reprodução/Twitter IndiaToday)


O tal morcego frugívoro é conhecido como principal hospedeiro do Hendra vírus (HeV) e Nipah vírus (NiV), de acordo com o 'Global Times'. O animal pode transmitir a doença para os seres humanos. O veículo de comunicação afirma que transmissão da doença de humanos para outros ainda não foram detectados, porém há estudos que indicam essa possibilidade.

O henipavírus já é considerado uma das principais causas emergentes do aumento de casos de zoonose na região da Ásia-Pacífico. Para a Organização Mundial da Saúde (OMS), a doença é classificada como nível 4 e tem taxa de letalidade estimada entre 40% e 75%, uma taxa superior a do covid-19.

No caso da atualidade, segundo a 'BBC News Brasil', os especialistas asseguram que a detecção desse novo vírus não significa uma nova pandemia.

Porém a descoberta de um vírus do gênero Henipavírus, conforme o jornal, gera preocupação devido outros patógenos desse grupo já terem sido responsáveis por causarem surtos e infecções na Ásia e na Oceania, especialmente “primos” do LayV, o Hendra henipavirus (HeV) e Nipah henipavírus (NiV). No caso do HeV, a infecção é rara, só que a taxa de mortalidade pode chegar a 57%, de acordo com o Centro de Controle de Doenças (CDC) dos Estados Unidos. Já do NiV, a taxa de mortalidade variou de 40 a 70%,  dos surtos que se tem notícia entre 1998 e 2018, das infecções. As duas enfermidades causaram problemas respiratórios e neurológicos. 

Foto Destaque: Novo vírus é detectado na China. Reprodução/Instagram Diário do Nordeste.

Deixe um comentário

Lorena Bueri CEO, Lorena Bueri, madrinha perola negra lorena bueri, lorena power couple, lorena bueri paparazzi, Lorena R7, Lorena Bueri Revista Sexy, Lorena A Fazenda, Lorena afazenda, lorena bueri sensual, lorena gata do paulistão, lorena bueri gata do paulistão, lorena sexy, diego cristo, diego a fazenda, diego cristo afazendo