Esportes

Chelsea renova com Thiago Silva, e ainda busca reformular a zaga

O zagueiro Thiago Silva renovou com o Chelsea até o fim da temporada 22/23. O brasileiro é o único zagueiro titular garantido para temporada que vem. O clube londrino vai reformular o setor defensivo.

3 min de leitura
04 Jan 2022 - 13h12 | Atualizado em 04 Jan 2022 - 13h12

Ontem, segunda (03), o Thiago Silva teve sua renovação com o Chelsea confirmada. O zagueiro agora fica até a metade de 2023. Seu antigo contrato se encerrava no fim da temporada europeia, ou seja, junho de 2022. O defensor de 37 anos está há uma temporada e meia nos blues. O jogador veio de graça depois do PSG abrir mão do atleta. O atleta nesse período se tornou um líder na equipe de Thomas Tuchel, além de ser o principal zagueiro do time londrino. Mesmo com uma idade avançada, o Thiago vem atuando no mais alto nível, embora desfalque o Chelsea em alguns jogos por problemas musculares. Na Inglaterra seu apelido é “rei dos defensores”, e não por acaso, que mesmo já veterano ainda seja titular na equipe do Tite na seleção brasileira. 


Rudiger e Azpilicueta.(Foto:Reprodução/Chelseacore)


O Chelsea está em um processo de reformulação da sua defesa. Somente o Thiago entre os zagueiros foi confirmado para temporada que vem. O clube de Londres busca um substituto para o Rüdiger, pois o defensor encerra o contrato nessa temporada e tudo indica que seu destino deve ser o Real Madrid. Além do jogador alemão, o capitão Azpilicueta e o dinamarquês Christensen também deve sair no final da temporada. Além desses nomes, no início da temporada os blues venderam três zagueiros jovens: Tomori (Milan), Guehi (Crystal Palace) e Zouma (West Ham). Com isso, essa falta de defensores para próxima temporada é um grande problema já que o Tuchel atua com um trio de zaga.  

Tuchel busca defensores que saibam construir jogo e que possam avançar até o ataque. Com isso, dois nomes especulados nos blues são: Koundé (Sevilla) e Bremer (Torino). O primeiro jogador citado é o sonho de alguns clubes, porém o Dirigente esportivo do Sevilla, Monchi, afirmou que ele somente saíra com o pagamento da multa rescisória de 80 milhões de Euros. O Jules Koundé é o principal zagueiro do clube espanhol e atualmente é titular na seleção francesa, atuando como lateral direito. O outro jogador é o Bremer, avaliado em 15 milhões de euros. O brasileiro que atua no campeonato italiano atende aos requisitos do técnico do Chelsea. O defensor ajuda na construção do time da Torino, além de ser acostumado ao sistema de três zagueiros utilizado pelo treinador alemão. 

 

Foto Destaque: Thiago Silva. Reprodução/Chelsea/Instagram

LEIA MAIS

Deixe um comentário