Chá e seu potencial no sistema imunológico

Publicado 16 de Sep de 2020 às 22:14

Em época de pandemia e de muitas informações falsas falando sobre o que pode combater problemas de saúde, uma coisa é certa: fortalecer o sistema imunológico é essencial para minimizar a chance de se contrair doenças.

Entre os aliados do corpo humano está o chá, a segunda bebida mais consumida no mundo, atrás apenas da água, e que há milênios é utilizada com função medicinal.

Leia mais: Dicas para alimentação saudável nessa época do ano

Além de ser importante para a hidratação, de acordo com especialistas em nutrição o chá tem propriedades terapêuticas que variam de calmante à proteção do coração, passando pela melhora de infecções de garganta e até auxílio no emagrecimento. E são vários os tipos, usos e indicações dos chás.


Chá e seus benefícios medicinais (Foto: Reprodução/Unifoa)


Como fortalecer o sistema imunológico

Diversas pesquisas mundiais comprovam os benefícios de se beber chás. A mais recente, divulgada no início deste ano, e publicada no European Journal of Preventive Cardiology, da Sociedade Europeia de Cardiologia, afirma que tomar chá, ao menos três vezes por semana, reduz os riscos de derrames fatais e doenças cardíacas em 56% e em 29% os riscos de morte por outras causas.

Quase todos os chás, 99% deles, têm ações antioxidantes, ou seja, ajudam a eliminar os radicais livres do nosso organismo. Quando eliminamos essas moléculas, nossas células ficam mais fortes para combater vírus.

Um dos chás mencionados pelo estudo é o verde, produzido a partir da folha da Camellia sinensis, rico em flavonoides e catequinas.

Estes compostos têm funções antioxidante, anti-inflamatória, antibacteriana e antiviral, o que tornam o chá verde um poderoso parceiro contra doenças, não é a toa que é o chá mais consumido.

Outros chás que ajudam a melhorar a imunidade são o de abacaxi, que atua como expectorante; o de gengibre, também expectorante e bactericida, cuja função é proteger o aparelho respiratório; e o de anis estrelado, que além de anti-inflamatório tem propriedade antifúngica, sendo indicado no tratamento de gripes e resfriados.

 

Mercado em expansão

Entre 2010 e 2019, o consumo de chás no Brasil aumentou 53% per capta segundo dados da Passport Euromonitor International.

Já entre 2020 e 2025, o mercado deverá crescer em torno de 8% por ano. Os dados mencionados são do Relatório de Bebidas Quentes 2020, da plataforma Statista, que ainda apresenta informações sobre o crescimento mundial do setor até 2025. 

 

Efeitos medicinais 

A junção de compostos diferentes potencializa os efeitos medicinais de um chá e faz com que a bebida atue em diversos sintomas.

Os chás atuam no combate dos sintomas de gripes, resfriados, tosse e dores de garganta. Possui propriedades anti-inflamatórias e termogênicas, é um remédio natural.

 

Como preparar um chá?

Os chás de sachês devem ser feitos com água quente, não fervente, entre 70 e 85 graus celsius. A água chega a esta temperatura no momento em que começam a aparecer as primeiras bolinhas. Deve-se colocar o sachê em uma xícara, despejar a água e cobrir o recipiente por 5 minutos para então tomar. 

 

A indicação é consumir ainda quente para se aproveitar todas as propriedades da bebida.

 

(Foto destaque: Chá e seu potencial no sistema imunológico. Reprodução/Cpaps)

Deixe um comentário