Esportes

Casos de Covid-19 aumentam no Rio e Prefeitura suspende público nos estádios de futebol

A Prefeitura do Rio proibiu, na tarde desta segunda-feira, a presença de público nos estádios após o aumento dos casos de Covid-19. A nota técnica foi publicada no site da Secretaria Municipal de Saúde.

3 min de leitura
10 Ago 2021 - 12h24 | Atulizado em 10 Ago 2021 - 12h24

A Prefeitura do Rio proibiu, na tarde desta segunda-feira (09), a presença de público nos estádios após o aumento dos casos de Covid-19. A nota técnica foi publicada no site da Secretaria Municipal de Saúde.

No dia 30 de julho a Prefeitura anunciou a liberação de 10% de torcida nas arquibancadas do Maracanã após pedido do Flamengo, que acabou optando por jogar em Brasília que permite uma ocupação maior de torcedores. Na quinta-feira (05) o Fluminense também solicitou a liberação do público para o confronto contra o Barcelona de Guayaquil - EQU, que acontecerá na quinta-feira (12) às 21h30, porém na manhã desta segunda-feira o clube recebeu a notificação de que não receberia a permissão.



Maracanã vazio para  Fluminense x Barcelona de Guayaquil  -  Foto: Felipe Siqueira


Segundo o Fluminense, a prefeitura afirmou que o protocolo apresentado mostrou-se “bastante adequado, com necessidade de pequenas correções”, e explicou que a decisão nada tem a ver com definições do protocolo e sim com a dinâmica da pandemia na cidade que nos últimos dias teve aumento de casos. O clube queria cerca de 4,5 mil torcedores, todos com o ciclo de vacinação completo. 

https://lorena.r7.com/post/Estrela-de-Luxemburgo-brilha-e-Cruzeiro-reencontra-caminho-para-vitoria
https://lorena.r7.com/post/Baile-colorado-em-pleno-maracana-com-ataque-e-defesa-em-dia-ruim-Flamengo-e-goleado-pelo-Internacional-em-casa
https://lorena.r7.com/post/ROC-Por-que-os-atletas-da-Russia-nao-podem-usar-a-propria-bandeira

 

Após a decisão da Prefeitura, o Fluminense se colocou à disposição para apoiar o combate à pandemia. A pedido do Secretário Municipal, Daniel Soranz, o clube irá convidar seus funcionários para participar, como voluntários, da campanha de vacinação. Em nota a Prefeitura apontou duas razões para a não liberação do público, a primeira razão é a circulação da variante delta, que é mais transmissível que as outras, e a segunda razão é o aumento do número de casos da Covid-19.

Leia a nota da Prefeitura: 

"NOTA TÉCNICA S/IVISA-RIO COVID-19 Nº 18/21

CONSIDERANDO a situação epidemiológica do Município, com a circulação da variante DELTA de SARS-Cov-2 com maior potencial infectante.

CONSIDERANDO a confirmação da tendência de alta do número de casos no Boletim Epidemiológico da Semana 31, divulgado às páginas 37-50 da edição de 09/08/2021, do Diário Oficial do Município.

Fica SUSPENSA a autorização para a presença de público em estádios, ginásios e demais equipamentos durante a realização de partidas e eventos esportivos, incluindo-se eventuais torcedores convidados, sendo admitida a presença dos respectivos atletas e delegações técnicas, da comissão de arbitragem, dos profissionais de imprensa, atendimento médico e segurança pública e de funcionários da manutenção."

 

Foto de Destaque: Maracanã vazio preparado para a final da Copa América - Foto: Raphael Zarko / GE

Deixe um comentário