Notícias

Caixa: Bolsonaro mantém silêncio sobre as denúnicas de assédio sexual contra Pedro Guimarães

Presidente Jair Bolsonaro (PL) comenta saída de Guimarães da Presidência do Caixa, porém não menciona os casos de denúncias de assédio sexual. "Ele pediu afastamento".

3 min de leitura
05 Jul 2022 - 16h50 | Atualizado em 05 Jul 2022 - 16h50

O Presidente Jair Bolsonaro (PL) comentou pela primeira vez, nesta segunda-feira (4), a respeito da exoneração de Pedro Guimarães da Presidência da Caixa Econômica Federal, devido às denúncias de assédio sexual por funcionárias da empresa. No entanto, omitiu de sua fala a questão do assédio e limitou-se a "ele pediu afastamento" do cargo.

A declaração do presidente ocorreu em conversas com os apoiadores no Palácio da Alvorada, após ter sido questionado a respeito da situação de Guimarães na Caixa.

"Foi afastado presidente da Caixa. Está respondido? Ou melhor, ele pediu afastamento?", constatou.

Pedro Guimarães foi exonerado do cargo de presidência, quinta-feira passada (30), logo após vazarem denúncias que o acusavam de cometer assédio sexual em funcionárias. Sua saída do cargo foi constatada como "a pedido", de acordo com o Diário Oficial da União (DOU).


(Presidente Bolsonaro e Pedro Guimarães, ex-presidente da Caixa; Antonio Cruz/Agência Brasil) (Presidente Bolsonaro (PL) e Pedro Guimarães, ex-presidente da Caixa; Foto: Antonio Cruz/Agência Brasil)


Bolsonaro configura uma relação política próxima com o ex-presidente da Caixa. Guimarães foi nomeado ao cargo de presidente, em maio de 2019, contando com a indicação do Ministro da Economia, Paulo Guedes. Desde então, criou uma proximidade no aspecto politico com o governo Bolsonaro, aparecendo em algumas lives semanais do presidete, em 2020.  Ele também ajudou a implementar o Auxílio Brasil, programa econômico de auxílio emergencial que ajudou pessoas na pandemia e na popularidade do presidente Bolsonaro.

As denúncias contra Guimarães se deram após um grupo de funcionárias relatarem anônimamente terem sofrido assédio sexual do então presidente do banco, em reportagem revelada pelo site Metrópoles. O caso foi submetido à investigações do Ministério Público Federal, que estão em processo sob sigilo.

Ainda deve ser oficializado hoje, Daniella Marques Consentino para assumir a presidência da Caixa, depois que seu nome foi aprovado no Cômite de Elegibilidade da Caixa Econômica Federal e ter assinado o termo de posse do cargo.

Além do presidente, Michele Bolsonaro, primeira-dama, declarou nas redes sociais apoio Manuella Pinheiro, esposa de Guimarães, que vêm reclamando de "ataques" que teriam como intuito "destruir sua família.

 

Foto Destaque: Jair Bolsonaro comenta sobre caso de Guimarães na Caixa;  Valter Campanato/Agência Brasil

 

Deixe um comentário

Lorena Bueri CEO, Lorena Bueri, madrinha perola negra lorena bueri, lorena power couple, lorena bueri paparazzi, Lorena R7, Lorena Bueri Revista Sexy, Lorena A Fazenda, Lorena afazenda, lorena bueri sensual, lorena gata do paulistão, lorena bueri gata do paulistão, lorena sexy, diego cristo, diego a fazenda, diego cristo afazendo