Notícias

Cai em 78% tempo médio para se abrir uma empresa no país

Segundo levantamento, em agosto de 2019 o tempo médio que se levava para abrir uma empresa era de 4 dias e 10 horas, já em agosto deste ano o processo é feito em 23 horas.

3 min de leitura
14 Set 2022 - 19h50 | Atualizado em 14 Set 2022 - 19h50

De acordo com o Ministério da Economia, o tempo que uma pessoa leva para abrir uma empresa de maneira formal, caiu 78,3%, os dados são do Painel Mapa de Empresas, ferramenta online, controlada pela Secretaria Especial de Produtividade e Competitividade (Sepec). O levantamento é baseado entre os períodos de agosto de 2019 a agosto de 2022.

De acordo com o levantamento, em 2019, o tempo de demora para este processo levava em média 4 dias e 10 horas até ser finalizado. Já em agosto deste ano, esse tempo passou para 23 horas, ou seja, menos de um dia para a conclusão. Com essa redução significativa no tempo, o governo cumpriu com a meta estabelecida, que era de até dezembro deste ano, ter um tempo médio, menor que 24 horas para abertura de novas empresas.


Gráfico mostra queda no tempo médio para abertura de novas empresas no país (Foto: Reprodução/CNN)


Os números gerais em relação ao tempo médio são animadores, porém, ainda há um desafio para o governo quando o tempo médio de processo é comparado por estados do país, na média de janeiro a agosto de 2022, um empreendedor que queria abrir uma empresa em Sergipe, por exemplo, levou em média 15 horas até a conclusão do processo, já na Bahia, esse mesmo tipo de processo levou mais de dois dias.

Alguns estados ainda registram um tempo bem acima da média nacional, casos do Rio Grande do Sul (48 horas), São Paulo (45 horas), Santa Catarina (44 horas), Piauí (43 horas), Amapá (42 horas) e Rio de Janeiro (41 horas) são os líderes nesse quesito.

Já outros estados tem a agilidade abaixo da média nacional, casos de Sergipe (15 horas), Espirito Santo (14 horas) e Goiás (19 horas).

Fazendo um comparativo apenas deste ano de 2022, do mês de janeiro até o mês de agosto, o tempo médio foi reduzido para 58%. (Em janeiro o tempo era de 2 dias e 7 horas).

Entretanto, essa enorme redução no tempo médio do processo, venho acompanhada da queda do número de novas empresas abertas no país, este ano, até agosto, tinham sido registradas 2,73 milhões de novas empresas, número inferior ao mesmo período de 2021 (2,81 milhões).

Já o número de empresas que fecharam as portas é maior, em janeiro deste ano, foram registrados 1,14 milhões de negócios encerrados, enquanto 2021 teve o registro de 927 mil empresas fechadas durante o mesmo período de comparação.

Este levantamento de abertura e fechamento de empresas passou a ser monitorado pelo Ministério da Economia em 2019.

Foto destaque: Papel e caneta. Foto: Reprodução/Krissie/Pixabay

Deixe um comentário

Lorena Bueri CEO, Lorena Bueri, madrinha perola negra lorena bueri, lorena power couple, lorena bueri paparazzi, Lorena R7, Lorena Bueri Revista Sexy, Lorena A Fazenda, Lorena afazenda, lorena bueri sensual, lorena gata do paulistão, lorena bueri gata do paulistão, lorena sexy, diego cristo, diego a fazenda, diego cristo afazendo