Esportes

Brasil começa a luta pelo título inédito do Mundial feminino de vôlei

A seleção brasileira feminina de vôlei começará sua trajetória nesse mundial no sábado contra a República Tcheca. Esse é o único título que falta na sala de troféus do vôlei feminino do Brasil.

3 min de leitura
23 Set 2022 - 15h50 | Atualizado em 23 Set 2022 - 15h50

A seleção brasileira feminina de vôlei começa neste sábado (24) a sua trajetória pelo título inédito do Campeonato Mundial de Vôlei Feminino. No sábado, o Brasil enfrenta a República Tcheca em Arnhem, na Holanda, uma das sedes do campeonato, o jogo será às 15h30, no horário de Brasília.

O técnico José Roberto Guimarães convocou 14 atletas para a competição, as levantadoras Macris e Roberta, as ponteiras Gabi, Rosamaria, Pri Daroit e tainara, as opostas Kisy e Lorenne, as centrais Carol, Carol Gattaz, Julia Kudiess e Lorena, e as líberos Nyeme e Natinha. O único desfalque desse time, em comparação com aquele que conquistou o segundo lugar na Liga das Nações, competição que ocorreu entre maio e julho, é a oposta Julia Bergmann, que foi um dos destaques do Brasil na competição, a atleta optou por não participar do mundial para focar em seus estudos para completar a faculdade.


Seleção feminina de vôlei após a conquista da prata na Liga das Nações de 2022 (Foto: Divulgação/CBV)


No Mundial de vôlei, a seleção brasileira está no grupo D, que ainda tem Argentina, China, Colômbia, Japão e República Tcheca. Além da estreia contra a República Tcheca no sábado, o Brasil irá enfrentar a Argentina no dia 26/09, a Colômbia no dia 28/09, o Japão no dia 30/09, e a China no dia 01/10. Apenas as quatro primeiras seleções de cada grupo se classificam para a próxima fase.

O Brasil é uma das seleções favoritas ao título mundial, principalmente pelas medalhas de prata conquistadas nas Olimpíadas de Tóquio e na Liga das Nações de Vôlei. Mas além da seleção brasileira, as seleções da Itália, dos Estados Unidos, da Sérvia e da China podem dificultar a busca do Brasil por esse título inédito, principalmente a Itália, que derrotou a seleção brasileira na final da Liga da Nações por 3 sets a 0, e os Estados Unidos, que derrotaram o Brasil na Final das Olimpíadas de Tóquio também por 3 sets a 0.

 

Foto destaque: seleção feminina de vôlei (Divulgação/FIVB)

Deixe um comentário

Lorena Bueri CEO, Lorena Bueri, madrinha perola negra lorena bueri, lorena power couple, lorena bueri paparazzi, Lorena R7, Lorena Bueri Revista Sexy, Lorena A Fazenda, Lorena afazenda, lorena bueri sensual, lorena gata do paulistão, lorena bueri gata do paulistão, lorena sexy, diego cristo, diego a fazenda, diego cristo afazendo