Saúde

Botox: conheça os efeitos do uso médico das injeções

As injeções de Botox melhoram a aparência, relaxando os músculos que causam enrugamentos, além de tratarem condições médicas. No entanto, também podem ser prejudiciais se aplicadas equivocadamente.

3 min de leitura
26 Set 2022 - 16h40 | Atualizado em 26 Set 2022 - 16h40

Notadas principalmente pela capacidade de reduzir a aparência das rugas faciais, as injeções de Botox também são usadas para tratar condições como espasmos no pescoço (distonia cervical), transpiração excessiva (hiperidrose), bexiga hiperativa e olhos preguiçosos. Além disso, podem ajudar a prevenir enxaquecas crônicas.

As injeções de Botox usam uma toxina para impedir temporariamente que um músculo se mova. Essa toxina é produzida pelo micróbio que causa botulismo, um tipo de intoxicação alimentar.

As aplicações bloqueiam certos sinais químicos dos nervos, principalmente os que fazem com que os músculos se contraiam. A utilização dessas injeções tem mais comumente o intuito de relaxar de maneira temporária os músculos da face que causam marcas de expressão na testa e ao redor dos olhos. As injeções também são usadas para tratar condições que afetam o funcionamento do corpo.


Aplicação de Botox deve ser feita com cuidados. (Foto/Reprodução/SSL)


Exemplos incluem:

  • Distonia cervical: nessa condição dolorosa, os músculos do pescoço se contraem involuntariamente, fazendo com que a cabeça se torça ou se transforme em uma posição desconfortável;
  • Olho preguiçoso: a causa mais comum é um desequilíbrio nos músculos responsáveis pelo posicionamento do olho;
  • Contraturas musculares: algumas condições neurológicas, como paralisia cerebral, podem fazer com que os membros puxem em direção ao centro;
  • Hiperidrose: nessa condição, a transpiração excessiva ocorre mesmo quando a temperatura não está quente e a pessoa não está se esforçando;
  • Enxaqueca crônica: caso a pessoa experimente enxaquecas mais de 15 dias por mês, as injeções de Botox podem ajudar a reduzir a frequência da dor de cabeça;
  • Disfunção da bexiga: as injeções também podem ajudar a reduzir a incontinência urinária causada por uma bexiga hiperativa;
  • Espasmos nos olhos: podem ajudar a aliviar a contratura ou espasmos dos músculos ao redor do olho.

As injeções de Botox são relativamente seguras quando realizadas por um médico experiente. Os possíveis efeitos secundários e complicações incluem dor, inchaço ou hematomas no local da injeção; dor de cabeça ou sintomas gripais; pálpebras caídas ou sobrancelhas caídas; sorriso torto ou babando; secura ocular ou lacrimejamento excessivo.

A substância deve ser usada apenas sob os cuidados de um médico. É importante que as injeções sejam colocadas com precisão para evitar efeitos colaterais. A terapia com Botox pode ser perigosa se for administrada incorretamente. O ideal é procurar um médico especializado na condição e que tenha experiência na administração de tratamentos com Botox.

Um médico qualificado e devidamente certificado pode aconselhar a respeito do procedimento e ajudar a determinar se ele melhor se adapta às necessidades e à saúde.

Foto destaque: O uso do Botox tem sido cada vez mais discutido pela medicina. Reprodução/MYV

Deixe um comentário

Lorena Bueri CEO, Lorena Bueri, madrinha perola negra lorena bueri, lorena power couple, lorena bueri paparazzi, Lorena R7, Lorena Bueri Revista Sexy, Lorena A Fazenda, Lorena afazenda, lorena bueri sensual, lorena gata do paulistão, lorena bueri gata do paulistão, lorena sexy, diego cristo, diego a fazenda, diego cristo afazendo