Notícias

Bolsonaro "sorriu, conversou e tirou fotos" durante jantar do PL

Aliado diz que Jair Bolsonaro "estava bem" em jantar do PL que ocorreu nesta terça-feira (29). O ex-presidente ficou em silêncio, assim como vêm fazendo com os compromissos das agendas públicas

3 min de leitura
30 Nov 2022 - 15h17 | Atualizado em 30 Nov 2022 - 15h17

Segundo o deputado federal Sóstenes Cavalcante (PL-RJ), líder da bancada evangélica, o ex-presidente Jair Bolsonaro (PL) “estava bem” e “sorriu, conversou e tirou fotos com vários parlamentares”, mas se manteve em silêncio durante o jantar do PL na noite desta terça-feira (29).

O evento, que aconteceu em Brasília, reuniu pessoas do Partido Liberal, como o presidente do PL, Valdemar Costa Neto, o presidente da Câmara, Arthur Lira (PP-AL), além de deputados, senadores e Jair Bolsonaro. O jantar foi fechada à imprensa e contou com alguns apoiadores na porta do restaurante.

Ao chegar, Lira foi vaiado por poucos bolsonaristas que estavam na porta do restaurante onde aconteceu o jantar. Isso porque, mais cedo, o presidente da Câmara recebeu apoio do PT, que é o partido do presidente eleito Lula e que estava na corrida presidencial ao lado de Bolsonaro, na disputa para a Presidência da Câmara.


Bolsonaro entra no carro após o jantar com os parlamentares. (Foto:Reprodução/Cristiano Mariz/Agência O Globo)


Depois do resultado das eleições, o ex-presidente não tem, até o momento, uma ocupação formal a partir de 1.o de janeiro. Por isso, a ida ao jantar é uma sinalização de prestígio de Bolsonaro ao PL em um período que ele precisa do partido para continuar em Brasília. Além disso, esperam-se discussões acerca de como o partido irá se posicionar em torno da Proposta de Emenda à Constituição (PEC) da transição, que vem sendo negociada pelo governo eleito numa tentativa de honrar compromissos de campanha.

Mais um ponto que deve dominar a conversa, é a possível reação do partido diante à multa imposta semana passada pelo presidente do Tribunal Superior Eleitoral (TSE), Alexandre de Moraes, após a ação do PL de anular o resultado das urnas no segundo turno. O ministro acusou o partido de litigância de má-fé e impôs o pagamento de R$22,9 milhões.

O jantar, que ocorreu na noite desta terça-feira (29), foi um dos poucos compromissos, em que ele cumpriu, da agenda pública de Jair Bolsonaro desde a derrota para Lula (PT) há um mês. Fora ela, o ex-presidente esteve apenas em um encontro com os ministros do STF, que aconteceu na semana seguinte ao segundo turno, e participou de uma formatura de militares em Resende, no Rio de Janeiro, no fim de semana.

Jair Bolsonaro, que continua no poder e na posição de presidente até 1.o de janeiro de 2023, não tem ido com regularidade ao Palácio do Planalto, local oficial de trabalho. Ele esteve lá apenas 4 vezes desde a derrota nas eleições presidenciais.

 

Foto Destaque: Jair Bolsonaro deixa o jantar do PL em Brasília nesta terça-feira (29) ao lado do ex-ministro, Braga Netto, o presidente do PL, Valdemar Costa Neto e do advogado, Frederick Wassef. (Reprodução/Matheus Veloso/Metrópoles)

Deixe um comentário

Lorena Bueri CEO, Lorena Bueri, madrinha perola negra lorena bueri, lorena power couple, lorena bueri paparazzi, Lorena R7, Lorena Bueri Revista Sexy, Lorena A Fazenda, Lorena afazenda, lorena bueri sensual, lorena gata do paulistão, lorena bueri gata do paulistão, lorena sexy, diego cristo, diego a fazenda, diego cristo afazendo