Tech

Blockchain e criptoativos contribuem para a internet do futuro

A Web 3.0 devolverá ao usuário o controle dos seus dados, colocando-o no centro, ao invés das grandes empresas. Possibilitando que a privacidade de cada um seja respeitada

3 min de leitura
21 Jan 2022 - 09h42 | Atualizado em 21 Jan 2022 - 09h42

Atualmente a internet é uma das ferramentas mais importante para interações entre pessoas. Ao longo das últimas décadas houve uma mudança inovadora na forma como nos comunicamos em todo o mundo, proporcionando uma grande mudança na maneira como vivemos e tudo graças aos avanços da internet, que como toda tecnologia continua em constante evolução.

Os que acompanham desde o início podem comprovar como a internet era diferente do que vemos hoje, a Web 1.0 como foi chamada essa fase, trazia uma internet com baixa velocidade e as interações realizadas nos sites eram extremamente limitadas. A medida que a tecnologia foi avançando, alguns sites como o Yahoo e o Google foram proporcionando um pouco de organização para a rede.


Pessoas em ambiente virtual. (Foto: Reprodução/TecMundo)


A medida que o tempo foi passando foram surgindo mais interatividade nos sites, os usuários passaram a usar mais e interagir mais no meio virtual através das mídias sociais, entre elas o YouTube, Orkut, Facebook, LinkedIn e muitas outras que foram surgindo. Logo depois vieram os smartphones e começaram a surgir os mais diversos aplicativos, que hoje fazem parte do dia a dia da maioria de nós.

Durante esses períodos de evolução da internet muitos se beneficiaram com o compartilhamento de dados, anúncios direcionados especificamente a determinado usuário, fazendo com que o usuário fosse visto como um produto. Beneficiando apenas as pessoas e empresas por traz desse uso inadequado dos dados fornecidos na web.

A nova fase da internet, a Web 3.0, busca devolver ao usuário o controle dos seus dados, colocando-o no centro, ao invés das grandes empresas. Possibilitando que a privacidade de cada um seja respeitada. Desse modo o usuário pode criar identidades digitais, compartilhar arquivos e até receber pagamento para visualizar anúncios.


Ambiente virtual. (Foto: Reprodução/Correio do Povo)


Todo esse processo pode parecer não ter nenhuma ligação com blockchain e criptoativos, mas esses ativos digitais são considerados por muitos a peça que faltava para proporcionar esse ambiente, operando como estímulo para as relações sociais. E já há casos visíveis que vão desde o armazenamento descentralizado e às identidades digitais descentralizadas ao pagamento feito ao usuário por ser surpreendido por anúncios.

Além disso, o blockchain é a tecnologia que abriga criptoativos e de onde começaram a surgir os NFTs, essas representações digitais possuem valores e podem ser usadas para comercializar propriedades digitais. Essa nova fase da internet mostra-se adequada para o fluxo de valores nos ambientes de realidade virtual, chamados de metaverso.

 

Foto destaque: Interação virtual. Reprodução/Host Mídia.

Deixe um comentário

Lorena Bueri CEO, Lorena Bueri, madrinha perola negra lorena bueri, lorena power couple, lorena bueri paparazzi, Lorena R7, Lorena Bueri Revista Sexy, Lorena A Fazenda, Lorena afazenda, lorena bueri sensual, lorena gata do paulistão, lorena bueri gata do paulistão, lorena sexy, diego cristo, diego a fazenda, diego cristo afazendo