Notícias

Auxílio Emergencial de duas cotas será liberado para pais solteiros pelo Ministério da Cidadania

O Ministério da Cidadania vai oferecer um Auxílio Emergencial de duas cotas que será liberado para os pais solteiros que possuam baixa renda ou estejam desempregados.

3 min de leitura
06 Jan 2022 - 21h30 | Atualizado em 06 Jan 2022 - 21h30

Foi publicada na última sexta-feira, segundo informações reveladas em nota, que de agora em diante o Ministério da Cidadania irá oferecer o uso do auxílio emergencial em duas cotas em benefício aos pais solteiros, porém  o mistério ainda não tem certeza da data que esse valor referente ao Auxílio Emergencial de 2020 estará liberado aos homens monoparentais que a partir de agora possuirá esse direito.

O Mistério da Cidadania se pronuncia sobre o assunto, dizendo que: "Conforme consta na portaria, será devida uma cota complementar do Auxílio Emergencial ao homem provedor de família monoparental beneficiário do benefício. O objetivo é garantir o repasse de duas cotas do Auxílio para esses cidadãos, equiparando-os às mulheres monoparentais".


Ministério da Cidadania oferece auxílio emergencial para homens monoparentais. (Foto: Reprodução/Fabiano Rocha/Agência O Globo/EXTRA)   


Dessa forma, no dia da véspera (24) que antecede as festividades natalinas, depois de a medida ter sido aceita pelo Congresso Nacional, o governo federal acabou fazendo uma publicação revelando a nova MP (Medida Provisória) 1.084, que começará a ser utilizada, abrindo espaço para uma quantia estimada de R$4,1 bilhões para os pais solteiros.

Com a liberação das verbas emergenciais, os pais solteiros terão o direito de receber o benefício e não apenas as mães solteiras. Essa medida vai ser paga dentro das primeiras cinco parcelas do auxílio efetuadas em 2020. A Medida Provisória também não considerou as quatro outras parcelas que estendem a ajuda financeira de R$600, que entre os meses de setembro e dezembro já havia sido  saldada em 2020, além, das demais sete parcelas neste ano que foram liberadas, recebidas no valor de R$375; de modo retroativo as quantias terão que ser liquidadas em só uma cota.

Assim sendo, o presidente Jair Bolsonaro, no mês de julho em 2020, optou por vetar um projeto de lei que dava maior benefício para os pais solteiros, projeto esse trazido pelos deputados da oposição e também foi por esse mesmo motivo que só as mulheres solteiras representantes de famílias ganharam as parcelas com taxas de R$1,2 mil.

Conforme o ministério mostra, os homens solteiros chefes de família saberão que os valores em questão foram recebidos em sua conta acessando o site ou o aplicativo do próprio auxílio emergencial, sendo obrigatório registrar o nome completo, o nome da mãe (caso tenha), a data de nascimento e o CPF, após fazer o registro será apenas necessário clicar em enviar e seguir aos critérios que dão direito a renda extra.

Foto destaque: Auxílio Emergencial é oferecido a pais solteiros.  Reprodução/Daniel Castelo Branco/O DIA

Deixe um comentário

Lorena Bueri CEO, Lorena Bueri, madrinha perola negra lorena bueri, lorena power couple, lorena bueri paparazzi, Lorena R7, Lorena Bueri Revista Sexy, Lorena A Fazenda, Lorena afazenda, lorena bueri sensual, lorena gata do paulistão, lorena bueri gata do paulistão, lorena sexy, diego cristo, diego a fazenda, diego cristo afazendo