Saúde

Ataque cardíaco: conheça as causas, os sintomas e como reduzir os riscos

Também chamado de infarto do miocárdio, um ataque cardíaco acontece quando uma parte do músculo cardíaco não recebe sangue suficiente. Quanto mais tempo passa sem tratamento, maior o dano ao músculo cardíaco.

3 min de leitura
15 Ago 2022 - 14h59 | Atualizado em 15 Ago 2022 - 14h59

Um ataque cardíaco ocorre quando o fluxo de sangue para o coração é severamente reduzido ou bloqueado. O bloqueio é geralmente devido a um acúmulo de gordura, colesterol e outras substâncias nas artérias cardíacas (coronárias). Os depósitos gordurosos contendo colesterol são chamados de placas. O processo de acúmulo de placa é chamado de aterosclerose.

Às vezes, uma placa pode romper e formar um coágulo que bloqueia o fluxo sanguíneo. A falta de fluxo sanguíneo pode danificar ou destruir parte do músculo cardíaco. Um ataque cardíaco também é chamado de infarto do miocárdio.

Os sintomas de um ataque cardíaco variam. Algumas pessoas apresentam sinais mais leves, enquanto outras apresentam sinais mais graves. Algumas pessoas não apresentam sintomas.

Os sintomas comuns de ataque cardíaco incluem:

  • Dor no peito que pode parecer pressão ou aperto;
  • Dor ou desconforto que se espalha para o ombro, braço, costas, pescoço, mandíbula, dentes ou às vezes a parte superior da barriga;
  • Suor frio;
  • Fadiga;
  • Azia ou indigestão;
  • Tonturas ou tonturas repentinas;
  • Náusea;
  • Falta de ar

As mulheres podem ter sintomas atípicos, como dor breve ou aguda sentida no pescoço, braço ou costas. Às vezes, o primeiro sinal de sintoma de um ataque cardíaco é uma parada cardíaca súbita.

Alguns ataques cardíacos acontecem repentinamente. No entanto, muitas pessoas têm sinais de alerta e sintomas com horas, dias ou semanas de antecedência. Dor no peito ou pressão (angina) que continua acontecendo e não desaparece com o descanso pode ser um sinal de alerta precoce. A angina é causada por uma diminuição temporária do fluxo sanguíneo para o coração.


Exames de rotina podem detectar o problema no início. (Foto/Reprodução/CLNC)


A recomendação é que a pessoa procure ajuda imediatamente se achar que está tendo um ataque cardíaco. Alguns passos são:

  • Ligar para ajuda médica de emergência: se alguém pensa que está tendo um ataque cardíaco, o ideal é ligar imediatamente para o 190 ou outro número de emergência local. Caso não tenha acesso aos serviços médicos de emergência, pedir a alguém que o leve ao hospital mais próximo. Dirigir-se por conta própria apenas se não houver outras opções;
  • Tomar nitroglicerina, caso prescrita por um médico. Tomá-la como instruído enquanto aguarda ajuda de emergência;
  • ingerir aspirina, se recomendado. Usá-la durante um ataque cardíaco pode reduzir os danos cardíacos, evitando a coagulação do sangue.

Fazer mudanças positivas no estilo de vida é a melhor maneira de diminuir o risco de um ataque cardíaco. Há várias formas de melhorar a saúde cardíaca, algumas delas são:

  • Parar de fumar;
  • Ter uma dieta saudável;
  • Consultar o médico para ajudar a controlar o colesterol e a pressão arterial;
  • Permanecer fisicamente ativo e se exercitar regularmente;
  • Manter um peso saudável;
  • Beber álcool com moderação;
  • Reduzir o stress e cuidar do bem-estar mental;

Há também outros fatores de risco que não se pode controlar, como idade, sexo, etnia e histórico familiar. O ideal é conversar com um médico caso esteja preocupado com os fatores de risco e a fim de obter dicas sobre como pode reduzir o risco.

Foto destaque: Forte dor no peito pode ser um princípio de infarto. (Reprodução/HLTH)

Deixe um comentário

Lorena Bueri CEO, Lorena Bueri, madrinha perola negra lorena bueri, lorena power couple, lorena bueri paparazzi, Lorena R7, Lorena Bueri Revista Sexy, Lorena A Fazenda, Lorena afazenda, lorena bueri sensual, lorena gata do paulistão, lorena bueri gata do paulistão, lorena sexy, diego cristo, diego a fazenda, diego cristo afazendo